(Por: Luis Vinicius)

O menino K.L.N.S., 5 anos, que foi torturado e espancado pelo próprio pai e pela madrasta, foi internado na manhã desta terça-feira (16), no Pronto-Socorro de Cuiabá. Conforme informações do boletim médico, a criança apresenta complicações renais, desidratação, lesões no pênis e no joelho.

A vítima foi internada após o pai da criança identificado como A.M.N.S., (pai) e a madrasta, M.C.O., terem sido presos pela Delegacia Especializada de Defesa da Criança e do Adolescente (Deddica), no fim da tarde de segunda-feira (15).

O casal é suspeito de ter espancado e torturado a criança na residência onde moram no bairro Pedra 90, em Cuiabá. Os policiais descobriram que o casal agredia constantemente o menino e o castigava colocando-o de joelho no concreto e em cima de grãos de milho e arroz. Além disso, a criança tinha queimaduras causada por bitucas de cigarro na região do joelho.

Além disso, o menino estava com o órgão genital em carne viva. Os policiais disseram que as agressões eram frequentes, sendo que o pai batia no filho com socos e madrasta usava um pedaço de pau e fivela de cinto para agredir a criança.

Entre as agressões, os suspeitos colocavam um elástico no pênis da vítima, como punição pelo fato da criança fazer as necessidades fisiológicas na calça.

Depois de denúncia do Conselho Tutelar, os policiais da Deddica foram até a residência dos suspeitos, no bairro Pedra 90, onde foi constatada a veracidade da denúncia, sendo o menino encontrado com várias lesões por todo corpo, não conseguindo nem ficar em pé.

Após a prisão dos responsáveis, o menino foi levado ao Conselho Tutelar da região. Quando os conselheiros perceberam o estado de saúde do menino o levaram ao Pronto-Socorro de Cuiabá.

O casal foi encaminhado à audiência de custódia no Fórum de Cuiabá. O caso continua sendo investigado pela Polícia Civil.

Fonte: www.hipernoticias.com.br