O procurador-geral de Justiça de Mato Grosso, Paulo Prado, pode voltar a comandar o Gaeco assim que terminar seu mandato no comando do Ministério Público Estadual (MPE), em março do ano que vem.

Segundo apurou o MidiaNews, recentemente ele teria confidenciado esse desejo a interlocutores de seu grupo no MPE.

Prado comandou o Gaeco antes de voltar à Procuradoria Geral de Justiça, em 2012, sendo sucedido pelo promotor de Justiça Marco Aurélio de Castro.