15/06/2024

Governo aguarda FEX para esta semana; parte vai para AL e TJ

Executivo está com opagamento de duodécimo dos Poderes atrasados; Assembleia deve fornecedores

O governador Pedro Taques, que espera FEX para quitar dívidas do Executivo

O governador Pedro Taques (PSDB) disse esperar para esta semana o pagamento de R$ 498 milhões do Fundo de Auxílio Financeiro para Fomento das Exportações (FEX). O tucano esteve na terça-feira (19) em Brasília para pressionar pela liberação do recurso.

“A notícia é que o presidente [Michel Temer] já sancionou o FEX. A informação é que esse dinheiro poderia vir até amanhã, no mais tardar na terça-feira da semana que vem, porque segunda é feriado [natal]”, disse Taques na manhã desta quarta-feira (20).

O governador revelou que parte dos valores serão repassados aos Poderes Legislativo e Judiciário por meio de duodécimos – repasses constitucionais usados para custear as instituições do Estado.

Nesta semana, o presidente da Assembleia, Eduardo Botelho (PSB), revelou uma dívida de 3 meses com fornecedores.  Já o presidente do Tribunal de Justiça, Rui Ramos, disse estar conseguindo manter os serviços mesmo com os atrasos de duodécimo.

Quero de público agradecer o Botelho, Rui Ramos, pela compreensão deste momento. Eu sei a dificuldade que eles estão passando

“Quero de público agradecer o Botelho, Rui Ramos, pela compreensão deste momento. Eu sei a dificuldade que eles estão passando. A Assembleia tem dívidas com fornecedores, mas estamos trabalhando bastante para que isso se resolva”, explicou.

“Com a vinda do FEX, vamos tentar equacionar um pouco isso. Ainda não vai dar para pagar tudo, mas não podemos deixar o Poder Legislativo e Judiciário perder suas atribuições ou diminuir suas atribuições. Estamos buscando meios para que Legislativo e Judiciário não tenham nenhum problema”, afirmou.

Ao todo, o Executivo deve R$ 700 milhões em repasses aos Poderes. Mas os valores de 2016 devem ser repassados com uma porcentagem do excesso de arrecadação, conforme estabelecido na Emenda Constitucional do Teto de Gastos.

O recurso

O FEX foi aprovado no Senado no último dia 13 e deve ser repassado ao Estado nesta semana, após sanção do presidente Michel Temer. O fundo é o recurso mais aguardado pelo Governo para melhorar a situação econômica, neste fim de ano.

O recurso é repassado, todos os anos, pelo Governo Federal como forma de compensação pelas perdas com a Lei Kandir – que trata da isenção do ICMS nos produtos de exportação.

Neste ano, o montante devido em todo o Brasil é de R$ 1,9 bilhão, que serão divididos entre os Estados e o Distrito Federal.

Para Mato Grosso, são R$ 498 milhões. Deste total, R$ 374 milhões ficam para o Governo e R$ 124 milhões para os Municípios.

Além do pagamento de duodécimo, Taques usará os recursos do FEX para pagar servidores públicos.

Fonte: http://www.midianews.com.br

Similar Articles

Comments

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Advertisment
COMBATE A VIOLENCIA

Powered by WP Bannerize

Recentes

Advertisment
VOTO CONSCIENTE

Powered by WP Bannerize