23/04/2024

Operação prende seis por alcoolemia em dia de jogo da Copa

Também foram lavrados 43 Autos de Infração de Trânsito

Na estreia do Brasil na Copa do Mundo, durante o jogo contra a Suíça, neste domingo (17.06), as forças de segurança prenderam seis pessoas em flagrante por dirigirem sob o efeito de álcool (Art.306), e uma pessoa por desacato, em Cuiabá. Este é um dos resultados da Operação Lei Seca, a primeira da série que será realizada ao longo do mundial de futebol. Foram recolhidos nove Certificados de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) e 16 Carteiras Nacionais de Habilitação (CNHs), 25 veículos foram removidos e efetuados 94 testes de alcoolemia.

Também foram lavrados 43 Autos de Infração de Trânsito (AIT), sendo 15 pelo Art.165 (Dirigir sob a influência de álcool ou de qualquer outra substância psicoativa que determine dependência), cinco pelo Art.165-A (Recusar-se a ser submetido a teste, exame clínico, perícia ou outro procedimento que permita certificar influência de álcool ou outra substância psicoativa, na forma estabelecida pelo art. 277), e 23 por motivos diversos.

São enquadrados no Art.165 os condutores que apresentam teor alcoólico entre 0,05 e 0,33 mm/L de concentração, já as prisões em flagrante são aplicadas quando o teor está acima disso. “A operação foi extremamente positiva, observamos um número pequeno de recusa ao teste de bafômetro (Art 165-A), o que nos deixa otimistas quanto ao processo de conscientização dos condutores. Vamos continuar seguindo nosso calendário estipulado, a fim de contribuir com a redução de mortes e acidentes no trânsito”, ressaltou o coordenador do Gabinete de Gestão Integrada da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), major Rafael Dias Guimarães.

O presidente do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT), Thiago França, frisou que a Lei Seca deixou de ser um projeto e passou a ser uma política de Estado. “Essa integração das forças de segurança é muito importante, no sentido de fortalecer e cada vez mais consolidar esta ação que tem garantido a premissa maior de resguardar a vida”. Ele lembrou que já foram feitas mais de 128 prisões e quase 30 operações só este ano em todo o estado e que o Detran já entregou mais de 40 bafômetros. “O objetivo maior não é prender, é a mudança de comportamento, e é isso que temos feito também por meio do trabalho educativo em escolas, empresas e instituições, com foco na prevenção”.

Este entendimento sobre a conscientização dos condutores também foi ressaltado pelo comandante do Batalhão de Polícia Militar de Trânsito Urbano e Rodoviário (BPMTRAN), tenente-coronel Esnaldo Souza Moreira. “Pelos resultados, entendo que nós demonstramos a importância do trabalho da Lei Seca. É sinal de que as pessoas estão tendo consciência e se organizando para não dirigir embriagado”.

O titular da Delegacia Especializada de Delitos de Trânsito (Deletran), Cristian Cabral, afirmou que operações como esta visam garantir a segurança de todos. “O principal objetivo é resguardar a tranquilidade no retorno para casa daqueles que se deslocaram para ver o jogo em outros lugares, e vamos continuar com a Lei Seca nos próximos jogos do Brasil”.

A Operação Lei Seca conta com a atuação do GGI da Sesp-MT; Polícia Militar (PM-MT), por meio do BPMTRAN; Polícia Judiciária Civil (PJC-MT), por meio da Deletran; Detran-MT; Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana de Cuiabá (SEMOB) e Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp).

 

Fonte: https://www.olivre.com.br

Similar Articles

Comments

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Advertisment
DP TESTE

Powered by WP Bannerize

Recentes

Advertisment
DP TESTE

Powered by WP Bannerize