23/04/2024

“MT não pode só depender da União e precisa de um bom gestor

Meirelles diz que MDB tem condições de administrar MT, mas que apoiará decisão do grupo

O ex-ministro da Fazenda e pré-candidato à Presidência da República, Henrique Meirelles (MDB), defendeu que Mato Grosso aumente sua receita e dependa menos dos repasses do Governo Federal.

Sem citar o governador Pedro Taques (PSDB), que deve ir à reeleição, o ex-ministro defendeu que o Estado precisa de um “bom gestor” para melhorar sua performance econômica.

“Em primeiro lugar, para distribuir o dinheiro no cofre, tem que ter dinheiro. Quando o cofre está vazio, não dá para distribuir nada. Os repasses obrigatórios foram feitos, mas é importante que se aumente a arrecadação do Estado. Mato Grosso não pode ficar só dependendo do Governo Federal. Tem que ter receita própria, forte, com a economia mato-grossense crescendo. Essa é a fonte principal”, disse ele durante visita a Cuiabá, na manhã desta segunda-feira (25).

“Além do mais, como qualquer casa, precisa ser bem administrada. Uma casa mal administrada não há como resolver o problema. Não há como sustentar bem a família se o dono de casa está gastando onde não deve. A gestão é fundamental. Então, Mato Grosso precisa de uma boa gestão aqui. Segundo, aumentar a arrecadação do Estado. E o Governo Federal também crescendo, tem condições de fazer mais repasses para o Estado”, afirmou.

A queda dos repasses da União foi uma das justificativas de Taques para atrasos, por exemplo, no pagamento do duodécimo dos Poderes.

Alair Ribeiro/MidiaNews

Coletiva Henrique Meirelles 25-06-2018

Lideranças do MDB trazem Henrique Meirelles em Cuiabá

“A arrecadação tem que crescer para o Governo Federal ter condições de compensar os Estados, particularmente Mato Grosso por conta, por exemplo, da Lei Kandir. E aqui tem que se fazer a industrialização no Estado de maneira que toda riqueza fique gerada e permaneça em Mato Grosso”, defendeu.

Aliança com Fagundes

Meirelles veio a Cuiabá para um seminário organizado pelas principais lideranças do MDB.

Ele afirmou que apoiará no Estado o candidato que a sigla escolher para composição. Mas disse que o MDB tem condições de administrar com sucesso o Estado.

Por ora, o partido está fechado com o pré-candidato a governador, senador Wellington Fagundes (PR).

“O PMDB tem, sim, uma proposta forte para o Estado. E temos segurança e vamos trabalhar junto para que o MDB possa cada vez mais mostrar à população que tem condições de administrar com sucesso Mato Grosso”, disse.

“Eu tenho segurança de que as lideranças do MDB estão preparando a escolha e composição melhor para o Estado e melhor para o povo. E eu estarei apoiando o que as lideranças vierem a decidir”, afirmou.

 

Fonte: http://www.midianews.com.br

Similar Articles

Comments

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Advertisment
CNH

Powered by WP Bannerize

Recentes

Advertisment
TRANSPARENCIA

Powered by WP Bannerize