14/04/2024

Após dois atropelamentos, garis de Cuiabá paralisam atividades e fazem protesto durante a madrugada

Por:  Wesley Santiago

Um grupo de garis de Cuiabá paralisou as atividades na madrugada desta terça-feira (27) para cobrar melhores condições de trabalho. O fato acontece após o atropelamento de Darliney Silva Madaleno, de 41 anos e Sebastião da Silva Fialho, de 28 anos, que foram atingidos por motoristas embriagados durante o trabalho. Os dois fatos aconteceram em menos de uma semana.

À TV Centro América, os garis informaram que buscam por melhores condições de trabalho. Eles reclamam que os caminhões estão em situação precária e que são obrigados a cumprir a coleta de lixo fora da jornada de trabalho de oito horas por dia.

Procurado pela reportagem, o diretor da empresa que presta os serviços de coleta de lixo em Cuiabá não quis se pronunciar.

A paralisação deve seguir até que as demandas dos garis sejam atendidas.

Ao Olhar Direto, a prefeitura de Cuiabá disse que já tomou as devidas providências para que um acordo fosse firmado com os servidores.

“Nesta manhã, o secretário José Roberto Stopa, juntamente com a Diretoria de Resíduos Sólidos da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos, estiveram reunidos com os trabalhadores para ouvir suas reivindicações. Na ocasião, a Pasta intermediou uma negociação junto à empresa prestadora do serviço, atendendo as solicitações de melhorias nas condições de trabalho”, diz trecho da nota.

Ainda segundo a prefeitura, está em processo final a licitação para coleta de lixo que, dentre os diversos benefícios à população, também assegura melhorias para os coletores de resíduos.

Por fim, salientou que o serviço já está normalizado e que continua monitorando toda situação, no intuito de garantir que os justos direitos do trabalhador sejam cumpridos.

Os casos

Sebastião da Silva Fialho, 28 anos, que conduzia um carro de passeio de uma empresa que presta serviços de telefonia foi preso após colidir o veículo em um caminhão que fazia coleta de lixo na Avenida Archimedes Pereira Lima (Moinho), na madrugada deste domingo (25). Um dos garis que estava a trabalho ficou ferido e precisou ser encaminhado ao pronto-socorro de Cuiabá.

De acordo com a Polícia Militar, o condutor do Fiat Uno com adesivos da empresa colidiu na traseira do caminhão de lixo, local onde os garis estavam sendo transportados. A frente do carro de passeio ficou bastante danificada e os airbags chegaram a abrir.

O coletor de lixo Misael Feitosa de Almeida sofreu lesões corporais e foi encaminhado consciente em uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) ao pronto-socorro.

Este foi o segundo acidente envolvendo garis em Cuiabá em menos de uma semana. Na última terça-feira (20) a procuradora aposentada Luiza Siqueira de Farias foi presa por atropelar Darliney Silva Madaleno, funcionário de uma empresa que presta serviços de coleta de lixo para prefeitura de Cuiabá, enquanto trabalhava.

A vítima ficou gravemente ferida e teve que amputar uma de suas pernas. A procuradora, que também ingeriu bebida alcoólica antes de dirigir, chegou a ser detida, mas foi solta em menos de 24 horas após pagar fiança de R$ 7,6 mil.

Fonte: olhardireto.com.br/noticias

Similar Articles

Comments

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Advertisment
DP TESTE

Powered by WP Bannerize

Recentes

Advertisment

Powered by WP Bannerize