25/05/2024

Operação Ippon investiga irregularidade tributária em Instituto contratado em 2014

A Procuradoria Geral do Município acompanha os trabalhos e garante que não há indícios de improbidade administrativa.

 

Deflagrada nesta sexta-feira (27), a operação Ippon, da Polícia Judiciária Civil, tem como foco a investigação de irregularidades tributárias, e não problemas de improbidade administrativa na Secretaria de Assistência Social e Desenvolvimento Humano. A informação é do Procurador Geral do Município, Luiz Antônio Possas, que acompanha o trabalho dos policiais desde o início da manhã.

De acordo com ele, as possíveis irregularidades dizem respeito a um antigo prestador de serviços do projeto Siminina, o Instituto Mato-grossense de Artes, Cultura e Desporto. Seu contrato, que teve início em 2014, foi finalizado em início de 2017, mesmo ano no qual foi feita a denúncia. “Estamos colaborando com a polícia, segundo determinação do prefeito Emanuel Pinheiro”, afirmou.

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, determinou que o titular da Pasta, Wilton Coelho e demais servidores, colaborem com documentos, informações e o que mais for necessário ao trabalho da Delegacia Especializada de Crimes Fazendários (Defaz), responsável pela ação. No total foram expedidos cinco mandados de busca e apreensão.

Emanuel reforça que a administração do município é a maior interessada no resultado da averiguação. “Já Sabemos que se trata de um fornecedor antigo, mas, ainda assim, queremos colaborar com a Defaz e nos colocamos à disposição para quaisquer informações necessárias ao bom andamento das investigações”, reforçou Pinheiro.

 

 

Fonte: http://www.cuiaba.mt.gov.br

Similar Articles

Comments

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Advertisment
DP TESTE

Powered by WP Bannerize

Recentes

Advertisment
DP TESTE

Powered by WP Bannerize