18/06/2024

Everton é acusado de agressão contra fã em Nortelândia; jogador nega e faz BO

Por: Vinícius Lemos e Jacques Gosch

Uma jovem de 21 anos afirmou, nas redes sociais, ter sido agredida pelo atacante Éverton Cardoso, do São Paulo, na madrugada desta terça (11), em Nortelândia (a 254 quilômetros de Cuiabá), cidade natal do jogador. Por meio de uma publicação no Facebook, a jovem Joanna Darc Campos Dourado disse que o atleta desferiu um soco contra ela dentro da própria casa da jovem.

Já Everton nega qualquer agressão. Alega que a jovem invadiu sua festa de aniversário, juntamente com amigos e foi retirada do local pela segurança. O jogador registrou BO relatando a invasão do domicílio.

Na publicação na rede social, Joanna afirmou que se reuniu com amigos, por volta das 23h30 de segunda, e foi até a casa onde Éverton está hospedado com a família, em Nortelândia, onde comemorava seu aniversário. Ela disse que tinha a intenção de tirar uma foto ao lado do atacante.

“Chegando lá, fomos tratados como lixos. A mulher do Ebert [irmão do jogador] passou por mim e pelos meus amigos demonstrando ira. Não revidei e ninguém revidou. A mãe do jogador veio até nós perguntando quem tinha nos convidado. Eu disse a ela que apenas queríamos uma foto. Em tom de arrogância [a mãe], fez com que fôssemos embora”, escreveu a jovem na publicação.

No texto, Joanna declarou que não jogou bebida em ninguém ou usou palavras para denegrir a mãe do jogador. “Apenas joguei minha bebida na piscina, o que eu fui infeliz em fazer”, declarou no texto.

Segundo a jovem, ao deixar o local em que o jogador estava com a família, “a mulher do Ebert veio até mim me xingando e alegando que eu xinguei a sogra dela (Nilda). Ainda falei com a Nilda que eu não tinha nada contra ela, no meio da confusão”.

Durante o embate com parentes do jogador, a jovem disse que um homem de 1,90 m a machucou, enquanto tentava separar a confusão. Depois, ela narrou que os amigos a levaram para casa.

Cerca de 40 minutos após chegar a sua residência, a jovem disse que Everton, o irmão dele, as companheiras deles e o homem de 1,90 m, além de outras pessoas que ela afirmou não ter conseguido identificar, foram até a casa dela e começaram a agredi-la. Segundo Joanna, um amigo dela também foi alvo das agressões.

“O Éverton acertou minha cabeça com um  murro, fazendo com que eu caísse e desmaiasse por uns instantes. O Ebert também me acertou. As suas mulheres me machucavam com tapas e murros”, disse Joanna, na publicação feita no Facebook.

“Eu consegui me levantar e tentei revidar. O cara de 1,90 m veio e me deu outro soco, que fez com que eu caísse novamente. Fiquei deitada no chão, chorando. A confusão só terminou porque minha vizinha entrou no meio e eu entrei para casa chorando com dores de cabeça, que estou sentindo até agora”, acrescentou.

“E tudo isso por causa de uma foto. Eu não sei o porquê de tanta ira. Eu não xinguei, não joguei bebida na cara de ninguém, era apenas uma foto. A única coisa infeliz que fiz foi jogar a bebida na piscina e ter entrado no local onde estão ficando. Mas acredito que não precisava disso tudo! Isso é povo com dinheiro que acha que pode ser tudo!”, finalizou a jovem, no desabafo publicado no Facebook.

No boletim de ocorrência

Joanna Darc registrou boletim de ocorrência relatando a suposta agressão do jogador. O  teve acesso ao documento, confeccionado na tarde desta terça.

No documento, a jovem reitera que foi até a casa onde Éverton e a família dele estão hospedados, em Nortelândia, para tirar uma foto com o atacante.

“Nesse momento, a mãe do jogador perguntou: quem tinha convidado você? A Joana D’arc ficou brava e jogou a cerveja na piscina da casa, se retirou e foi para a casa da vizinha”, narra trecho do BO.

Em seguida, conforme o BO, a mulher de Everton e a cunhada dela foram até a casa da vizinha de Joana, e perguntaram o motivo de Joanna ter ofendido a sogra delas.

A Joana disse você está louca. Eu não disse nada. Nesse momento foi embora para a sua casa. Logo em seguida, o segurança, Everton e Eberton e a sua esposa e começaram a agredir a vítima. Diante do ocorrido registra-se para as devidas providências”, finaliza a narrativa do BO.

Outro lado

A assessoria de imprensa do São Paulo negou que o atacante tenha agredido Joanna. Segundo um representante do clube, em conversa com o Rd News, Everton comemorava o aniversário acompanhado de familiares quando a jovem e mais dois amigos teriam entrado na festa sem permissão.

Em certo momento, conforme a assessoria do clube, a esposa do atacante percebeu a presença de Joanna e dos amigos e, após ser informada pela sogra que não eram conhecidos da família, foi informá-los que era uma festa íntima, somente para convidados.

Ainda segundo a assessoria, Joanna não teria gostado da informação e jogou um copo no chão. Em seguida, a esposa de Éverton teria pedido para que seguranças retirassem a jovem e os amigos, mas, nas palavras do assessor, Joanna fez uma “balbúrdia”.

Na versão da assessoria de imprensa, Evérton não chegou perto da jovem ou de seus amigos. Logo após o caso, o atacante e a família registraram um boletim de ocorrência contra a jovem e os amigos por invasão de propriedade.

Fonte: www.rdnews.com.br/cidades

Similar Articles

Comments

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Advertisment

Powered by WP Bannerize

Recentes

Advertisment
COMBATE A VIOLENCIA

Powered by WP Bannerize