28/05/2024

Prédio que abrigará Núcleo Criminal da Defensoria Pública em Cuiabá é inaugurado

O defensor público-geral, Silvio Jéferson de Santana, inaugurou esta semana o novo espaço físico do Núcleo Criminal de Cuiabá, no Centro Político Administrativo. O local que abrigará os 16 defensores públicos que atuam na área atualmente foi ocupado pela antiga sede administrativa da Defensoria Pública de Mato Grosso até maio de 2018.

A principal vantagem do lugar é o espaço físico, adequado para atendimento ao público e para abrigar defensores, servidores e estagiários. “Espero que esse espaço seja acolhedor para receber quem precisa do atendimento da Defensoria e para os defensores. Agradeço ao colega Valternir Pereira, que possibilitou essa mudança ao batalhar para que a sede fosse para um novo prédio. Ele que proporcionou a realização de mais esse sonho”, disse Santana.

O defensor público-geral ainda agradeceu o empenho da diretoria-geral e das equipes da Engenharia e da Tecnologia da Informação, responsáveis pelas alterações físicas, estruturais e por toda a fase de trabalhos que antecederam as obras. “Fizemos muito com pouco para dar o mínimo de dignidade a quem precisa desse serviço”.

Para a coordenadora do Núcleo Criminal, defensora Juliana Salvador, um espaço físico adequado para a equipe é sonho de há 16 anos, quando a área foi criada na Defensoria. “Desde a criação do Núcleo nunca tivemos um espaço como esse. O que ocupávamos tinha sérios problemas estruturais, de fornecimento de água e energia, tinha defeitos gravíssimos e aqui, teremos como atender melhor ao nosso público. Eu agradeço em nome de todos os defensores que agora, trabalhão com dignidade”, disse.

Juliana também elogiou o trabalho da Administração Superior e agradeceu a diretor-geral e à equipe de servidores pelo empenho. “Saber que vamos trabalhar nesse espaço físico já mudou a nossa energia, vamos entrar 2019 com entusiasmo renovado”.

O defensor público José Carlos Evangelista lembrou que o Criminal de Cuiabá era o único Núcleo na Defensoria que tinha um espaço físico exíguo de 2×2 metros quadrados para um assessor jurídico, um servidor e um defensor.

“Quando entrei na Defensoria lembro-me que minha mãe falou, só não vai atuar no Criminal. E fui para o Júri em Rondonópolis e depois para o Criminal de onde não sai mais. Essa atuação vai tomando conta da gente, principalmente pela vulnerabilidade das pessoas que precisam de nosso serviço. Eles são os mais vulneráveis, os mais necessitados e estigmatizados e isso acaba se estendendo a nós também. Por isso agradeço a atual administração e se pudesse instituiria um troféu pela forma democrática como o doutor Silvio (Santana) administrou. Com esse espaço ofertamos dignidade para quem vem e para quem trabalha aqui”, disse.

Para o primeiro subdefensor público-geral, Márcio Dorilêo, o lugar cumpre o papel de acolher de forma humana. “Estamos assegurando o mínimo preceituado na Constituição Federal para fazer a defesa não de bandidos, mas de pessoas que cometeram atos ilegais. Não defendemos o crime, mas a pessoa que cometeu um ato condenável. E a eles e às suas famílias devemos assegurar direitos humanos e dignidade”.

O promotor de Justiça, Adriano Souza, que participou da inauguração representando o Ministério Público Estadual afirmou que fica feliz em ver a Defensoria se estruturando no Estado, pois a viu nascer, depois de chegar em Mato Grosso e sentir falta dos profissionais durante a sua atuação.

“Eu me recordo que entrei no Ministério Público no início da década de 1990 e não tinha defensores públicos aqui. Eu vim de Mato Grosso do Sul, onde o órgão já tinha sido instalado e sentia muita falta e via a carência que a população sentia. Fiquei feliz em ver a Defensoria nascer, acompanhei muito de suas dificuldades orçamentárias para existir e vê-la crescer e se estruturar é importante para nós. Para o Ministério Público o ideal seria que crescêssemos juntos”, disse.

A mudança de móveis e a instalação de computadores serão feitos a partir de janeiro, com a nova Administração Superior. Mas, Santana lembra que todo o mobiliário já foi adquirido, assim como os equipamentos, para atender a todos. O novo espaço terá uma sala para a brinquedoteca, banheiros para o público externo e uma ampla recepção. Além do Núcleo Criminal, ficará para a nova administração trazer o Núcleo de Execuções Penais (NEP) para o prédio ao lado.

Participaram da inauguração representando o Ministério Público o promotor, Adriano Souza, o primeiro subdefensor público-geral, Márcio Dorileo, o segundo subdefensor público-geral, Caio Zumioti, a coordenadora do Núcleo Criminal, Juliana Salvador, os defensores públicos André Rossignolo, Erinan Ferreira, Milena Bortoloto, a coordenadora do Núcleo, Juliana Salvador, Rosana Monteiro, Sílvia Ferreira, como representante da nova administração Maria Luziane Ferreira e os servidores que trabalharam na adequação do prédio.

O novo endereço do Núcleo Criminal é: Rua 04, Quadra 10, Lote 01, no Centro Político Administrativo, Cuiabá – MT, 78049-040, ao lado da sede administrativa do Ministério Público Estadual.

Fonte: circuitomt.com.br

Similar Articles

Comments

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Advertisment

Powered by WP Bannerize

Recentes

Advertisment
DP TESTE

Powered by WP Bannerize