17/05/2024

Adolescente de 14 anos morre com dois tiros ao tentar assaltar oficina mecânica

Odilson Azevedo Silva, de apenas 14 anos, foi morto por dois disparos de arma de fogo, na tarde do último domingo (17), na avenida Beira Rio, em Cuiabá, durante uma tentativa de assalto. Ele e um comparsa invadiram uma oficina mecânica para tentar furtar diversos equipamentos. Durante a fuga, o adolescente acabou sendo atingido por dois disparos de arma de fogo. O responsável pelos tiros não foi informado.

Conforme boletim de ocorrências, o vigilante da empresa de monitoramento relatou que foi até o local após receber a informação sobre o acionamento do alarme. Quando verificava a parte dos fundos, visualizou dois suspeitos, ainda do lado de dentro, sobre o muro.

Logo depois, o vigilante ouviu um estampido, aparentemente vindo da avenida Beira Rio e, logo em seguida, viu um dos suspeitos caindo do muro, na parte interna da empresa. Não se sabe quem foi o autor dos disparos. O comparsa pulou para fora, sendo que o segurança ainda em luta corporal com ele, mas sem conseguir imobilizá-lo.

A Polícia Militar foi acionada e quando chegou ao local ainda conseguiu visualizar e ouvir o suspeito gritando por socorro. Rapidamente uma unidade do Serviço Móvel de Urgência (Samu) foi acionada. Neste meio tempo, os PMs ainda tentaram ligar para que o proprietário abrisse o portão, mas também sem sucesso.

Os militares então decidiram arrombar o portão, para que fosse prestado atendimento ao suspeito baleado. Quando a equipe do Samu chegou, a vítima já havia morrido. Odilson não portava nenhum documento e familiares foram até o local, onde reconheceram o corpo.

Depois de algum tempo, o dono do estabelecimento chegou ao local. Foi verificado posteriormente que os suspeitos tentavam roubar diversos objetos da empresa. Apesar de rondas terem sido feitas, o comparsa do suspeito morto não foi encontrado.

A Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) realizou os trabalhos no local. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para exames de necropsia. O caso é investigado pela Polícia Civil.

 

Fonte: http://www.olhardireto.com.br

Similar Articles

Comments

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Advertisment
DP TESTE

Powered by WP Bannerize

Recentes

Advertisment

Powered by WP Bannerize