17/05/2024

Luto na moda! Morre aos 85 anos o diretor criativo da Chanel, Karl Lagerfeld

(Por: Rahabe Barros)

O mundo da moda está de luto! Nesta terça-feira (19), foi noticiada a morte do icônico designer da Chanel, Karl Lagerfeld, aos 85 anos, em Paris. Sem informar a causa verdadeira do falecimento do alemão, a mídia internacional afirmou em publicações que o diretor criativo havia ficado doente e estava internado há aproximadamente duas semanas após apresentar problemas de saúde. Além disso, ele havia perdido dois shows da alta-costura da grife francesa,em 22 de janeiro, mas a companhia fashion só disse na época que ele estava se sentindo cansado. Ainda este ano outras perdas foram lamentadas como Bibi Ferreira após parada cardíaca, Caio Junqueira em decorrência a um acidente de trânsito, o jornalista Ricardo Boechat após queda de helicóptero e mais recente Deise Cipriano durante luta contra o câncer.

Virginie Viard é cotada para ser sucessora de designer na Chanel

Através de um representante, uma declaração de Karl foi lida depois que ele perdeu o segundo show da Chanel. “O Sr. Lagerfeld, diretor artístico da Chanel, que estava se sentindo cansado, perguntou a Virginie Viard, diretora do estúdio criativo da casa, para representá-lo”, disse. E como falar do estilista sem citar uma de suas marcas registradas: a forma de se vestir! Sempre de terno preto e com os cabelos brancos no estilo rabo de cavalo, ele completada suas produções com luvas sem dedos e óculos escuros. Não faz nem muito tempo que a marca chegou a especular o sucessor do ícone da grife e Virginie Viard, diretora do estúdio criativo da casa de Chanel, está entre esses nomes.

Saiba mais sobre a história de Karl na grife

Karl engatou no ramo da moda ainda cedo, quando acompanhou sua mãe pela primeira vez em um desfile de moda da Dior, em 1933, e costumava fazer desenhos relacionados ao universo fashion quando criança. Em 1985, o designer recebeu proposta para trabalhar na Chanel, mas já tinha grandes reservas. “”Naquela época, eu já tinha uma boa reputação, estava fazendo Fendi e Chloe. Fui avisado: ‘Não leve Chanel, é horrível”, disse ele à revista Madame”Figaro”. Quando cheguei, ela [Coco] estava morta há 10 anos e todos viviam no respeito de sua memória. Se você quer matar uma casa, mostre respeito [a ela]”, completou. Karl presidiu a icônica casa de moda, criada por Coco Chanel, por mais de três décadas, produzindo até oito coleções por ano – para a alegria dos editores de moda, fãs e colecionadores.

Fonte: www.terra.com.br/diversao

Similar Articles

Comments

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Advertisment
DP TESTE

Powered by WP Bannerize

Recentes

Advertisment
DP TESTE

Powered by WP Bannerize