19/07/2024

Mendes garante que em cinco meses obras da penitenciária de VG estarão concluídas

(Por: Rojane Marta)

O governador Mauro Mendes (DEM) garantiu que em até cinco meses, o Estado irá concluir a obra do Centro de Detenção Provisória de Jovens e Adultos de Várzea Grande. A promessa foi feita em visita à obra nessa quarta-feira (27.02).

“Fizemos um compromisso de que nos próximos quatro a cinco meses, o Estado irá aportar esse recurso para que possamos finalizá-la e colocar à disposição do Sistema Penitenciário”, prometeu Mendes.

Já o secretário de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, que também acompanhou Mendes na visita, destacou que a nova penitenciária estadual será fundamental para reforçar a estrutura de segurança do Sistema Penitenciário, contribuindo para que o Estado reduza o déficit de vagas.

Segundo a assessoria do Estado, a obra está com 79,30% de conclusão.

Vale destacar, que o Centro de Detenção Provisória de Jovens e Adultos de Várzea Grande, terá capacidade de abrigar 1.008 presos e está sendo edificada na rodovia MT-351, próximo ao distrito de Pirizal, e será a maior unidade prisional do Estado.

A nova penitenciária estadual contará com duas unidades – A e B. Para a obra da unidade A, o Ministério da Justiça, por meio do Departamento Penitenciário Nacional (DEPEN), destinou recursos na ordem de R$ 12.617.082,78. Já para a unidade B, o DEPEN disponibilizou R$ 6.605.227,63. A unidade “A” abrigará 684 detentos e a unidade “B” outros 335 reeducandos.

Conforme a assessoria, 79% do valor da obra são provenientes da União e o restante de contrapartida do Estado, com valor inicial de R$ 26,993 milhões.

O Centro de Detenção Provisória de Jovens e Adultos de Várzea Grande tem o propósito de desafogar presídios que estão operando com número de detentos acima de sua capacidade, como é o caso da Penitenciária Central do Estado (PCE), em Cuiabá, que hoje tem a maior população carcerária do Estado – e segundo levantamento, está com mais de dois mil presos acima da sua capacidade.

Vale destacar que a obra estava paralisada desde 2008, sendo retomada em 2016, no Governo de Pedro Taques (PSDB) e continuada no Governo de Mauro Mendes. A construtora Concremax é a responsável pela execução da obra.

Fonte: www.vgnoticias.com.br

Similar Articles

Comments

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Advertisment

Powered by WP Bannerize

Recentes

Advertisment

Powered by WP Bannerize