15/06/2024

Entregador de lanches diz que sofreu constrangimento em shopping

(Por: Bruna Barbosa)

O funcionário público Adriano Alves da Silva, de 38 anos, registrou um Boletim de Ocorrência por suposto constrangimento sofrido no Shopping Estação Cuiabá, localizado na Avenida Miguel Sutil,na Capital.

Ele relatou que tem um segundo trabalho no período noturno, como entregador de lanches, e teria sido impedido de entrar no centro de compras por estar com a mochila de transporte usado no delivery – onde os pedidos são armazenados.

Segundo Adriano, o fato ocorreu na segunda-feira (25). Na ocasião, ele teria ido até o shopping a pedido do dono de um das lanchonetes para quem trabalha, a fim de comprar uma bobina de papel.

“Por volta das 19h15 fiz as duas primeiras entregas na região Central. O dono de uma das lanchonetes em que trabalho pediu que eu fosse até o shopping para comprar bobina de papel, já que estava na última. Não teria outro local para comprar, a não ser o shopping”, explicou.

De acordo com Adriano, a orientação do superior era de que, após as entregas, o mesmo fosse até determinada loja para comprar o material. Ele relatou ter ido, primeiro, à unidade localizada em outro shopping no Bairro Duque de Caxias, onde já havia ido em outra ocasião.

Fiquei muito irritado. É um constrangimento ilegal, ainda mais no corredor, já que todo mundo passava e ficava olhando para minha cara, como se eu tivesse roubado alguma coisa

O servidor público contou que conseguiu entrar com a mochila de entregas no referido shopping normalmente.

“Entrei normalmente, subi às escadas rolantes até o terceiro andar, onde funcionava a loja, ninguém me incomodou. Chegando ao local me informaram que o estabelecimento havia fechado”, contou.

Ele, então, teria sido orientado a ir ao Shopping Estação, onde outra unidade da loja estaria aberta. Chegando ao local, Adriano relatou ter sido abordado por um segurança quando tentava subir uma das escadas rolantes.

De acordo com o B.O., neste momento, o segurança explicou que entregas não podiam ser realizadas no local e, portanto, Adriano não poderia entrar no shopping com a mochila de transporte.

“Expliquei que não estava fazendo entrega, apesar de estar com caixa de entrega, e que tinha ido ao shopping como cliente para comprar. Ele informou a situação por rádio e me liberou. Até me explicou onde era a loja”, lembrou.

Segundo o B.O., quando conseguiu chegar até a loja em questão, Adriano foi abordado por mais dois seguranças, que pediram que ele se retirasse do shopping.

Os funcionários teriam explicado novamente que entrar com a caixa de entrega no local era contra as normas do shopping.

“Dois seguranças já foram me abordando e dizendo que eu não poderia estar fazendo entregas e que estava infringindo as normas do estabelecimento. Expliquei que estava apenas comprando. Me retiraram da loja”, explicou.

Conforme o servidor público, os seguranças permaneceram do lado de fora esperando por ele, além de tê-lo acompanhado nos corredores do centro de compras.

“Fiquei muito irritado. É um constrangimento ilegal, ainda mais no corredor, já que todo mundo passava e ficava olhando para minha cara, como se eu tivesse roubado alguma coisa”, contou.

Se eu estivesse errado, ficaria quieto. A situação seria a mesma de uma pessoa entrar no shopping com uma mala ou mochila nas costas

Adriano Alves da Silva explicou que pretende entrar com um processo contra o shopping.

“Vou processar. Já entrei com as medidas e com um advogado. Se eu estivesse errado, ficaria quieto. A situação seria a mesma de uma pessoa entrar no shopping com uma mala ou mochila nas costas”, avaliou.

Outro lado 

Por meio de nota, a assessoria do Shopping Estação Cuiabá informou que a proibição de pessoas com mochilas de transporte de comidas para delivery visa a segurança do local.

“O Shopping Estação Cuiabá esclarece que todos são bem-vindos e não discrimina ninguém, independentemente de raça, sexo ou gênero”, diz a nota

“Porém, é um procedimento do estabelecimento a não autorização de entrada de pessoas portando mochilas de transporte de comidas para delivery, visando a segurança de todos que aqui frequentam.”

Fonte: www.midianews.com.br/cotidiano

Similar Articles

Comments

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Advertisment
VOTO CONSCIENTE

Powered by WP Bannerize

Recentes

Advertisment
COMBATE A VIOLENCIA

Powered by WP Bannerize