14/04/2024

Estudante posta fotos com ameaça de massacre e apavora pais de alunos

(Por: Raul Bradock)

Um estudante do Colégio Coração de Jesus, de Cuiabá, postou fotos com equipamentos de paintball e assustou pais de outros alunos, que denunciaram o caso neste domingo (15), temendo um massacre na unidade escolar. O pai do adolescente gravou um vídeo de retratação dizendo que chamou a atenção do filho e que o fato não passou de uma brincadeira de mau gosto.

Um delegado confirmou ao RepórterMT, que o pai e o adolescente prestam depoimento na Delegacia Especializada do Adolescente (Dea), na manhã desta segunda-feira (15).

Nas imagens, postadas em um perfil do Instagram, o adolescente aparece ‘fardado’ com os equipamentos de paintball e segurando uma pistola que o pai diz ser de airsoft. Ele afirmou que as postagens eram relacionadas ao esporte, porém, em uma foto do Storie, ele colocou a seguinte legenda: “Segunda tem aula hein”.

Rapidamente os prints começaram a circular pelas redes sociais de pais da unidade de ensino afirmando para não levarem os filhos para a escola, pois no local poderia haver um massacre.

Diante da repercussão negativa, o pai gravou um vídeo ao lado do adolescente explicando que não viu as postagens, se não teria evitado e que tudo não passa de uma brincadeira.

“Também fiquei preocupado com essas postagens e não tinha visto, mas quero tranquilizá-los. Ele é um menino bom e de família. Ele errou e chamamos a atenção dele. Eu comprei os equipamentos e ele resolveu fazer uma brincadeira. Fiquem tranquilos que isso se trata apenas de brincadeira de extremo mau gosto. Se eu tivesse visto antes, isso não teria acontecido”, diz o pai.

O garoto também explicou as fotos. “Todas as postagens que fiz eram relacionadas ao paintball, que eu sou jogador amador. Eu não quis ofender ninguém e nem fazer ameaças de massacre em escola. Só queria pedir desculpas”.

As aulas iniciaram normalmente no Colégio Coração de Jesus, na manhã desta segunda-feira.

A Polícia Civil está na escola em reunião com a direção da unidade e avalia o caso.

O RepórterMT entrou em contato com a unidade de ensino, porém, não obteve retorno até a publicação desta reportagem.

Ameaças em escolas

Os casos de ameaças, em Mato Grosso, e de brincadeiras de mau gosto, relacionadas a ataques,  passaram a surgir após o atentado na Escola Raul Brasil, no município de Suzano, em São Paulo,  que deixou dez mortos e vários feridos.

Na semana após o massacre, 18 jovens e adolescentes foram encaminhados para delegacias em seis cidades de Mato Grosso, por ameaças semelhantes no Estado. A Polícia Judiciária Civil (PJC) e a Secretaria Estadual de Educação (Seduc) afirmam acompanhar todos os casos de perto e descartaram qualquer ameaça real. A conclusão foi de que todos os casos foram referentes a trotes, os quais os envolvidos atribuíram ser brincadeiras de mau gosto.

Fonte: www.reportermt.com.br

Similar Articles

Comments

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Advertisment
DP TESTE

Powered by WP Bannerize

Recentes

Advertisment
DP TESTE

Powered by WP Bannerize