O presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), deputado Max Russi (PSB), quer que o governo e a Caixa Econômica Federal (CEF),  desentravem a entrega das obras dos conjuntos habitacionais Carvalho I, II e III, em Barra do Garças, paralisadas desde 2013. O parlamentar participou nesta quinta-feira (08) da assinatura do contrato de retomada da construção de 2.784 casas de residenciais em Lucas do Rio Verde, Sinop e Várzea Grande.

Ainda em 2018, o Ministério Público Federal (MPF), a prefeitura de Barra do Garças e a Câmara Municipal se reuniram e apresentaram um cronograma para retomada das obras iniciadas em 2012. No entanto, os trabalhos estão paralisados até hoje. O deputado Max Russi fez um apelo.

“São mais de 1.000 casas e eu cobrei muito isso na gestão passada. As casas estão prontas e o povo quer invadir. Falta pouca coisa para concluir e as estruturas parecem que já estão abaladas. A gente precisa priorizar nesse projeto”, alertou.

O atual prefeito de Barra do Garças, Adilson Macedo (PSD), havia anunciado, em fevereiro deste ano, que de 350 a 400 casas corriam o risco de ser demolidas devido à deterioração pelo tempo. Outro fator agravante é o furto de materiais, como fios, tijolos e telhas alojadas, que vem acontecendo no canteiro de obras.

Os conjuntos fazem parte do Programa Minha Casa Minha Vida, com investimento de R$ 81,8 milhões, sendo R$ 25,6 milhões no Carvalho I, R$ 28,5 milhões no Carvalho II e R$ 27,7 milhões no Carvalho III, totalizando 1.436 casas populares.

Contratos de R$ 15 milhões – Os acordos entre o governo do estado e a Caixa Econômica Federal para a conclusão dos residenciais em Várzea Grande, Lucas do Rio Verde e Sinop somam R$ 15 milhões. A assinatura foi nesta quinta-feira (8), no Salão Clóves Vetorato, no Palácio Paiaguás, com a presença dos prefeitos dos municípios beneficiados, além do deputado federal Neri Geller (Progressistas).  O aporte faz parte do orçamento da Secretaria de Estado de Infraestrutura (Sinfra).

 

 

fonte: https://visao360news.com.br/2021/07/10/max-russi-luta-pela-retomada-das-obras-de-casas-populares-em-barra-do-garcas/