Em visita a Cuiabá, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, reconheceu que a gestão Emanuel Pinheiro prioriza a saúde pública e enfatizou a coragem do chefe do Executivo Municipal em enfrentar as adversidades impostas, principalmente, neste momento de pandemia.

“Nós não podemos nos acovardar. Nós temos que enfrentar os desafios. Os líderes se conhecem pela sua coragem. Pela coragem de enfrentar os desafios e trazer resultados para a sociedade. E assim é Emanuel Pinheiro”, enfatizou o ministro durante solenidade no Hospital Municipal de Cuiabá (HMC), na última sexta-feira (09).

O ministro Queiroga citou como exemplo de uma importante obra da gestão do Emanuel Pinheiro, a construção do Hospital Municipal de Cuiabá. “O ministério da Saúde tem apoiado e reconhece o esforço que o prefeito fez para a edificação deste hospital, que beneficia não só os cidadãos de Cuiabá e Várzea Grande, mas também das cidades circunvizinhas”, pontuou.

Em resposta as declarações da liderança federal, o gestor disse que as dificuldades existem, mas com esforço e dedicação é possível avançar. “Em Cuiabá temos feitos investimento na área da saúde e a nossa capital tem sido a tábua de salvação da saúde do nosso estado. Meu objetivo é melhorar cada vez a saúde pública para os cuiabanos e as pessoas que dependem do atendimento”, afirmou Pinheiro.

Além do Hospital Municipal de Cuiabá, o ministro visitou o Senai Porto, um dos seis polos de vacinação contra a Covid-19 de Cuiabá. Mais cedo, Marcelo Queiroga cumpriu agenda de compromissos na cidade de Rondonópolis (a 212 km ao Sul de Cuiabá).

HMC

Inaugurado no dia 18 de novembro de 2019, após o prefeito Emanuel Pinheiro se articular junto à bancada federal e conseguir um aporte de R$ 100 milhões do governo federal, o Hospital Municipal de Cuiabá – HCM “Dr. Leony Palma de Carvalho”  possui 315 leitos, sendo 178 de adultos, 20 leitos no Centro de Tratamento de Queimados, 60 de UTI, 38 de Emergência, seis salas de cirurgia e 13 leitos RPA (recuperação pós-anestesia), além do ambulatório com mais de 13 das especialidades médicas mais procuradas pela Central de Regulação. Conta ainda com exames como ultrassonografia, endoscopia, colonoscopia e radiografia e parque tecnológicos com equipamentos de última geração.

Além disso, o HMC também conta com urgência e emergência onde funciona o novo Pronto Socorro, dispõe de um heliponto para transferência de pacientes em estado grave e o transporte de órgãos com mais rapidez e segurança. Sem contar que se tornou referência nacional e internacional por meio do programa SOS AVC.

No primeiro quadrimestre de 2021, foram realizados no HMC 232.865 atendimentos, sendo 10.331 atendimentos de urgência e emergência, 3.092 internações de adultos, 522 internações pediátricas, 7.937 consultas ambulatoriais, 30.721 serviços de imagem, 177.880 análises clínicas e 2.382 cirurgias.

Com relação aos atendimentos de urgência e emergência, 79% são em pacientes de Cuiabá, 20% em pacientes de outros municípios de Mato Grosso e 1% em pessoas provenientes de outros estados. Quando às cirurgias, 59% são em pacientes da Capital, 40% em pacientes de outros municípios do estado e 1% em pessoas oriundas de outros estados. Em se tratando de internações (adulto e pediátrica), 67% são de moradores de Cuiabá, 32% de habitantes de outros municípios de Mato Grosso e 1% de pessoas de outras localidades.

O HMC finalizou o último ano classificado como “ótimo e bom” por 92% dos usuários atendidos pela unidade de saúde. A pesquisa de satisfação ouviu 3.222 pacientes homens e mulheres de 15 a 60 anos, entre os meses de janeiro a dezembro de 2020.

 

 

Fonte: http://www.dahoranoticias.com/noticias-cuiaba/ministro-reconhece-a-importancia-que-o-prefeito-de-cuiaba-destina-a-saude-publica/