Reprodução

Reprodução

Pelo menos três pessoas morreram e várias ficaram feridas nesta sexta-feira (3) quando um trem regional descarrilou nos Alpes Bávaros, no sul da Alemanha, informou a polícia local.

Vários vagões do trem que cobriam a rota entre Garmisch-Partenkirchen e Munique descarrilaram em Burgrain, matando três pessoas e deixando um número “indeterminado” de passageiros feridos, anunciou a polícia bávara em comunicado.

O acidente deixou várias dezenas de feridos, entre eles 15 em estado grave, segundo a imprensa local.

Vários veículos locais informaram a presença em grande número de estudantes que voltavam para casa para passar o fim de semana prolongado.

As “operações de socorro e de evacuação prosseguem”, acrescentou a polícia. Também foram enviados socorristas da Áustria para ajudar nas tarefas de resgate.

Fotos divulgadas pela mídia alemã mostram o trem regional descarrilado, com os vagões tombados em uma área arborizada e montanhosa. As vítimas foram atendidas no local por médicos.

Os bombeiros, com escadas, socorristas e policiais caminhavam sobre os vagões para tentar alcançar os feridos. A causa do acidente ou o número exato de feridos ainda não foram divulgados.

O acidente ocorreu a dezenas de quilômetros do local onde será realizada a cúpula dos líderes do G7 no final de junho, um complexo de 5 estrelas no Castelo de Elmau.

Este incidente ocorre dois dias após a entrada em vigor de uma assinatura mensal de 9 euros (9,5 dólares) com a qual pode-se apanhar todos os trens regionais na Alemanha, oferta que atraiu os alemães, mas que suscita receios de superlotação no transporte.

Os responsáveis da companhia nacional Deutsche Bahn manifestaram a sua preocupação antes do lançamento desta assinatura para uma rede ferroviária em plena renovação, após anos de redução de investimentos.

“Nunca antes houve tantos canteiros de obras na rede ferroviária alemã como há hoje”, descreveu no início da semana o chefe da rede ferroviária alemã, Richard Lutz, explicando que essa situação e o aumento do tráfego foram a causa de incidentes e um problema incomum de atrasos.

O acidente ferroviário mais grave da história da Alemanha ocorreu em 1998 devido ao descarrilamento de um trem de alta velocidade em Eschede (norte), que causou 101 mortes.

O mais recente acidente fatal ocorreu em 14 de fevereiro de 2022: uma pessoa morreu e outras 14 ficaram feridas em uma colisão entre dois trens locais perto de Munique.

Em 2017, uma colisão entre um trem de passageiros e um trem de carga parado perto da cidade de Düsseldorf (oeste) deixou 41 feridos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: https://www.gazetadigital.com.br/editorias/mundo/acidente-de-trem-na-alemanha-deixa-ao-menos-trs-mortos-e-vrios-feridos/694424