Operação integrada combate criminalidade em Várzea Grande – Foto por: Gcom/MT – Rafaella Zanol

 

O Governo de Mato Grosso informa que está investigando a origem dos ataques a dois ônibus do sistema de transporte coletivo ocorridos na noite desta sexta-feira (10.06), em Cuiabá. Informa ainda que o policiamento na capital e em Várzea Grande foi reforçado em função dos ataques e que este reforço do policiamento será estendido durante todo o fim de semana.

“Todas as forças de segurança pública estão nas ruas. Estamos com força total, com Polícia Militar, Polícia Civil e todas as forças especiais, inclusive Bombeiros e Ciopaer, atuando fortemente em toda a região metropolitana. Gostaria de tranquilizar a população, que todas as medidas necessárias estão sendo tomadas para que a paz e a tranquilidade sejam retomadas”, disse o secretário de Estado de Segurança Pública, Rogers Jarbas.

A polícia investiga se os ataques seriam uma retaliação às consequências da greve dos servidores do Sindicato dos Servidores Penitenciários de Mato Grosso (Sindspen-MT), que provocou a interrupção das visitas nos presídios e do banho de sol dos detentos. Desde o começo da semana, familiares dos detentos estão alertando para uma possível rebelião e chegaram a bloquear o tráfego em uma rodovia para reivindicar o retorno das atividades nos presídios.

Mesmo com a ilegalidade da greve, decretada pelo desembargador Alberto Ferreira de Souza no dia 03 de junho, sob pena de multa diária de R$ 100 mil, a categoria não interrompeu a paralisação.

 

 

Fonte: http://www.mt.gov.br/-/4301033-governo-do-estado-reforca-policiamento-em-cuiaba-e-varzea-grande