Ex-militar, narcotraficante é apontado como líder da quadrilha alvo da PF

(por Denise Soares do Leiagora)

‘Pablo Escobar brasileiro’ usava hangares e fazendas de MT para o tráfico

Foto: Divulgação

A organização criminosa alvo de duas operações federais, nesta quarta-feira (6) em Mato Grosso e outros estados, era subordinada ao principal narcotraficante da América do Sul: Sérgio Roberto de Carvalho, conhecido como “Pablo Escobar brasileiro”, ex-major da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul.

O Pablo Escobar brasileiro foi preso na Hungria na semana passada. Natural de Ibiporã, no norte do Paraná, o ex-militar é acusado de comandar uma organização internacional de tráfico de drogas.

De acordo com a Polícia Federal, o narcotraficante se aproveitava da estrutura de avião privada em Mato Grosso, assim como fazendas, para guardar carregamento de drogas dos outros estados.

Em Mato Grosso a Polícia Federal cumpriu mandados em Poconé, Cuiabá, Várzea Grande e Aripuanã. Um hangar em Poconé, usado pelo narcotraficante, foi fechado pelos agentes federais.

Hangar em Poconé foi fechado pela PF

A organização criminosa comandada pelo ex-militar adulterava os prefixos das aeronaves, chegando a três aviões terem o mesmo prefixo.

Durante as investigações, foi identificado que a organização criminosa se utilizava de aviões para transportar a cocaína adquirida no Peru e na Bolívia para a Europa, utilizando Mato Grosso como local de depósito.

Em 4 de agosto de 2021, em Fortaleza, a Polícia Federal do Brasil abordou um jatinho turco privado que levava um passageiro belga-espanhol, quatro tripulantes turcos e 1,3 tonelada de cocaína em 24 malas.

O narcotraficante é apontado como responsável pelo carregamento.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: https://www.leiagora.com.br/noticia/121777/pablo-escobar-brasileiro-usava-hangares-e-fazendas-de-mt-para-o-trafico