A umidade relativa do ar está variando entre 30% e 20%, abaixo do que é considerado ideal

...

Divulgação

A Defesa Civil de Várzea Grande foi notificada pela Defesa Civil Estadual, nesta segunda-feira (11), quanto ao alerta de baixa umidade do ar em todos os municípios mato-grossenses, com grau de severidade classificado como “perigo potencial” e risco de incêndios florestais e à saúde. Conforme o órgão, a umidade relativa do ar está variando entre 30% e 20%, abaixo do que é considerado ideal pela Organização Mundial da Saúde (OMS), que é acima de 50%.

Conforme o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a previsão é que, em todo o Centro-Oeste brasileiro, o predomínio da massa de ar seco durante a semana não favoreça a formação de nuvens de chuva, favorecendo, por outro lado, a redução da umidade na região. Essa tendência vem sendo percebida pelos várzea-grandenses há pelo menos uma semana e, de acordo com Cristiane Prado, coordenadora da Defesa Civil Municipal, diante desse cenário, é preciso tomar algumas precauções quanto à saúde.

“As pessoas precisam tomar cuidado com o sol, especialmente entre 10h e 16 horas, que é o período de maior insolação, quando o sol é mais agressivo. Além de evitar exposição nesses horários, é importante hidratar-se regularmente e evitar fazer exercícios físicos no período mais crítico do dia. Outra dica é fazer lavagem constante das narinas, seja com água potável ou soro fisiológico”, orienta.

A coordenadora da Defesa Civil de Várzea Grande também destaca os cuidados necessários com o ambiente. “Não colocar fogo em lixo ou folhas porque, com a vegetação seca, o risco de provocar um incêndio é muito grande, além de provocar a fumaça, que é prejudicial à saúde. Dentro de casa, as pessoas podem melhorar a qualidade do ar fazendo uso de umidificador ou, no caso de quem não possui o aparelho, colocar toalhas molhadas, bacias ou baldes com água nos ambientes com maior tempo de permanência. Mas esse recurso não é indicado para quem tem criança pequena devido ao risco de afogamento”, alerta.

A profissional também orienta aos munícipes que evitem o desperdício de água. Isso porque os rios começam a diminuir o volume de água nesta época do ano e, com isso, pode ocorrer racionamento de abastecimento.

Em casos de problemas respiratórios leves, moradores de Várzea Grande podem procurar as Unidades Básicas de Saúde (UBS), que funcionam das 8h às 16h, com intervalo para almoço entre 11h30 e 13h30. Em casos de queimadas, deve-se acionar o Corpo de Bombeiros pelo 193.

Fonte: https://www.mtemfoco.com.br/noticias/conteudo/defesa-civil-de-varzea-grande-alerta-para-os-riscos-provocados-pela-baixa-umidade-relativa-do-ar/116908