image

Nesta quinta-feira (21), em conversa com jornalista após uma reunião particular na casa do prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), no Jardim das Américas, o senador Carlos Fávaro (PSD), admidiu ter recebido, oficialmente, o convite da federação Brasil Esperança, –  PT, PV ao PCdoB -, para concorrer as eleições ao governo do Estado.

Contudo, ele ainda não teria decidido, pois este seria um posicionamento que exigiria dele, primeiro, ‘uma longa conversa com a famíiia edepois com seu grupo político’.

“Recebi, oficialmente, o convite para disputar o governo. Claro, fiquei honrado com o pedido, mas é uma decisão que precisa ser tomada em várias instâncias, tenho que falar com a família, verificar a situação financeira, tenho que dialogar com o grupo político, com o PSD. Ou seja, há muita coisa dentro deste processo para nortear a minha decisão!” disse

Questionado sobre a afirmação feita por Emanuel, – de que ele estaria tentado a aceitar a disputa -, Fávaro em tom descontraído, desconversou, afirmando que a ‘política é mesmo muito dinâmica’. Ao frisar qie, contudo, ele estaria muito  feliz com o cargo no Senado Federal.

Ainda que tenha deixado este novo projeto eleitoral nas mãos de Deus, ao revelar que sua candidatura ao Governo do Estado, ‘há Deus pertence’.

“Estou muito bem no Senado, aprendendo muito sobre as relações, conseguir emplacar duas PECs, em dois anos, e é isso que quero continuar focado! Este é meu desejo pessoal! Continuar sendo senador por Mato Grosso. Quanto ao governo do Estado, o futuro a Deus pertence. Ninguém que é político, nem eu, nem Neri, nem Emanuel, nem Mauro Mendes, e nem ninguém pode dizer que não seria uma honra ser governador de Mato Grosso, mas tudo no tempo de Deus e na hora certa”, declarou

 

Fonte: https://www.obomdanoticia.com.br/politica/favaro-desconversa-sobre-disputa-ao-governo-e-diz-que-e-feliz-como-senador/179089