A repercussão ganhou manchete no Jornal Nacional, uma das maiores audiência da rede globo de comunicações

(por RUAN CUNHA do MT de Fato)

image

Reprodução

O programa Solidariedade em Ação, de transferência de renda para os órfãos do feminicídio, foi destaque, nesta segunda-feira (25), em transmissão nacional na Rede Globo.

A reportagem do Jornal Nacional abordou a atuação do município de Cuiabá no pagamento do benefício de R$ 606 para até 20 crianças ate o final de 2022. Atualmente, oito crianças de três famílias, recebem, desde maio, o valor que possui alguns critérios para a utilização.

“Essas crianças, na grande maioria das vezes, acabam ficando com parentes próximos que, de um dia para o outro, se deparam frente a necessidade de oferecer um lar com estabilidade financeira e emocional. Essa renda irá ajudar essa criança e à família nesse processo, seja para uma necessidade médica, psicológica ou econômica”, frisou a primeira-dama Márcia Pinheiro.

De acordo com o Núcleo de Apoio à Primeira-dama, o projeto vai sofrer alteração na Câmara de Vereadores, ainda esse ano, para que o benefício seja pago para cada órfão de uma mesma família. O projeto atual transfere o valor integral para a família, independente do número de crianças.

“Como é um projeto piloto, inédito no Brasil, existe essa necessidade de adequação. Conforme fizemos as visitas e a realização do levantamento socioeconômico, nos deparamos com muitas famílias com três a quatro crianças e, então, logo nos mobilizamos para adequar o programa a essa realidade e que cada criança receba seu benefício”, explicou.

O projeto foi apresentado pela primeira-dama Márcia Pinheiro, este ano, e tem ganhado notoriedade Brasil afora, principalmente pela ausência, a nível nacional, de políticas públicas para os órfãos do feminicídio.

“Essa ação da Prefeitura de Cuiabá é uma forma do estado dizer que vocês não estão só neste momento e que a gente precisa pensar nos órfãos do feminicídio. Lançamos neste ano um Plano de Ação de Enfrentamento ao Feminicídio e uma dessas ações é chegar aos órfãos, por isso que é tão emblemático é tão importante para nós estar aqui hoje participando de algo pode servir como modelo para execução do nosso plano. Nunca se pensou nos órfãos, mas sabemos que sozinhos não somos capazes de avançar, é preciso a união de esforços. Esse projeto é o que acredito que pode dar certo”, disse a Ministra do governo Federal Cristiane Britto, em maio, durante o primeiro pagamento do benefício.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: https://www.mtdefato.com.br/cuiaba/beneficio-pago-para-orfaos-do-feminicidio-e-destaque-no-jornal-nacional/109772