(por Luciana Nunes,  O Bom da Notícia)

image

 

Durante entrevista ao Jornal da CBN Cuiabá nesta quinta-feira (4), o deputado estadual e pré-candidato à federal Alan Kardec (PDT) disse que o partido vem se articulando com outras siglas, caso o governador Mauro Mendes (UB) recue do palanque aberto e acabe fechando compromisso somente com o presidente Jair Bolsonaro e Wellington Fagundes(ambos do PL), que buscam a reeleição.

Atualmente os pré-candidatos ao Senado, Wellington Fagundes (PL) e Natasha Slhessarenko (PSB), disputam o apoio de Mendes, em projeto eleitoral. O certo, porém, que  o fato de um único apoio tem dividido os correligionários do União Brasil, muitos sendo, inclusive, contra ao palanque dividido, à exemplo do senador Jayme Campos e o presidente da Assembleia, o deputado estadual, Eduardo Botelho.

Já Mendes vem demonstrando profunda simpatia em dividir seu palanque com a direita e a esquerda, ainda que saiba, de antemão, que isto tem desagrado Fagundes, em particular. E, claro, o presidente Bolsonaro que por mais de uma vez se posicionou contra a esquerda em seu palanque.

Já o PSB começa a se preocupar com as decisões que deverão sair neste final das convenções, que terminam nesta sexta-feira(05). Assim, Kaardec se antecipou, hoje, na entrevista, que a legenda vem se preparando para atuar em um Plano B, se articulando com outas siglas para não ser pego de surpreso.

“Caso União Brasil do governador Mauro Mendes e seu grupo tome a decisão de fechar a chapa com Republicanos e com o PL, em uma coligação oficial, em específico, para o Senado nós teremos que outras possibilidades. Para isso estamos dialogando com PDT, Rede Sustentabilidade, Pros e Avante”, explicou.

Kardec disse ainda que o presidente do partido, o deputado Max Russi, deve se encontrar com Mendes ainda na tarde desta quinta-feir(04), para saber sobre a decisão do Chefe do Paiaguás em relação à Senatória.

“Ficou para conversar hoje, e eu acredito que será antecipado talvez para o Max mas publicamente ele vai falar na convenção. Mas eu acredito muito na força do PSB hoje nós somos a maior bancada que faz parte da base do governador.”, complementou.

É importante lembrar que no último sábado (30), Russi revelou aos jornalistas que o ‘sonho do PSB’ é coligar com o União Brasil e ter eles na suplência de Natascha.

“Pode, é um sonho nosso, inclusive a Natasha disse isso ao governador Mauro Mendes, mas talvez vai ser difícil essa possibilidade pois no palanque aberto o PSB teria que ir com chapa pura”, explicou Russi.

A candidatura da médica foi homologada neste sábado, mas ainda falta a suplência. As duas vagas seguem abertas porque o PSB espera uma resposta do governador Mauro Mendes.

O PSB conta com uma relevância política em exercício no Estado. Atualmente, são três deputados estaduais, 149 vereadores, 14 prefeitos e 9 vice-prefeitos. Para as eleições desse ano, durante a convenção foram aprovados os nomes de 25 candidatos a deputado estadual, 9 a federal e uma candidata ao Senado Federal, a médica Natasha Slhessarenko

 

 

 

 

Fonte: https://www.obomdanoticia.com.br/politica/kardec-aponta-conversa-hoje-com-mendes-sobre-senatoria-e-admite-que-psb-pode-usar-plano-b/180942