14/04/2024

Escolas são premiadas com R$ 8,2 milhões por melhora nos índices de alfabetização

Wesley Rodrigues

Recursos na ordem de R$ 5,5 milhões foram entregues a 100 escolas vencedoras da 2ª edição do Prêmio Educa MT. Outras 100 escolas também receberam R$ 2,7 milhões como apoio financeiro para desenvolvimento de boas práticas em sala de aula, totalizando R$ 8,2 milhões investidos como incentivo para que melhorem os seus resultados de alfabetização. A entrega dos valores ocorreu na manhã desta terça-feira (6), no Ginásio Aecim Tocantins, em Cuiabá. Na ocasião, também houve o reconhecimento dos 15 professores que mais alfabetizaram com equidade em cada uma das Diretorias Regionais de Educação.

Governador Mauro Mendes participou das entregas das premiações e lembrou que, até 2032, a rede estadual de educação de Mato Grosso deverá ser uma das dez melhores avaliadas do país. “Estou muito orgulhoso do trabalho que os professores, gestores e demais profissionais da educação desempenham no dia a dia das nossas escolas”, destacou.

“Quero que cada professor tenha orgulho de dizer que fez parte dessa história. Educação se faz com colaboração e, nesse ponto, a participação dos municípios nos anos iniciais é fundamental. Foi com essa colaboração que começamos a mudar o jogo e vamos muito além do que já fizemos”, comemorou o governador.

O secretário de Estado de Educação, Alan Porto, também enalteceu a participação dos servidores na melhora dos índices educacionais. “Na alfabetização e letramento, o professor é a peça fundamental e reconhecemos esse valor. É o responsável por desenvolver as práticas pedagógicas que, inclusive, vão além da sala de aula”.

Ele comentou que as práticas adotadas na Rede Estadual de Ensino levam o professor a formar crianças e jovens com autonomia e criticidade. “Junto aos recursos humanos, dotamos as escolas de tecnologias como internet de alta velocidade, Chromebooks, Smart TVs, o Sistema Estruturado de Ensino, valorização profissional, investimento em infraestrutura, entre tantos outros avanços”.

Segundo ele, o Prêmio Educa MT, que integra uma das ações do Programa Alfabetiza MT, reafirma o compromisso do Governo com o regime de colaboração e também com o zelo pela alfabetização na idade certa, até os sete anos de idade, de todas as crianças mato-grossenses. “Alfabetizamos 35.045 crianças, o que corresponde a 77% dos estudantes matriculados e alfabetizados na idade certa”, completa Alan.

Ele reforça que um dos objetivos da premiação é estabelecer uma rede de colaboração e compartilhamento de boas práticas e bom desempenho na alfabetização das redes públicas de ensino, envolvendo todos os municípios. “Por isso, governador, afirmo que o senhor tomou acertadamente a decisão de implementar o Alfabetiza MT”.

Os gestores escolares também comemoraram. A professora Milene Paula Graciano, diretora da Escola Municipal de Educação Básica localizada na gleba Dom Bosco, em Rondonópolis, disse estar feliz por sua unidade ter sido premiada pelo desempenho na alfabetização. “Esse prêmio representa um pontapé inicial para a organização do PPP. Certamente, vai aumentar ainda mais as possibilidades em razão do recurso que a escola recebeu”.

Para a diretora, todos se empenharam para que obtivesse esse resultado, sobretudo, os professores. “Estamos imbuídos em continuar seguindo as propostas da política de avaliação que o Alfabetiza MT nos oferece”.

“Tenho muito orgulho de fazer parte da equipe que recebeu esse prêmio”, comemorou Vania de Almeida Barbosa, diretora do Centro Municipal de Ensino Professor José Nodari, em Tangará da Serra. Segundo ela, é o resultado da construção e união de profissionais da educação, professores e gestores que trabalham há décadas na escola. “O sucesso do Alfabetiza MT na nossa escola depende de todos, inclusive da família. Esse reconhecimento com a entrega do prêmio, consolida todos os nossos esforços que têm o apoio irrestrito da Seduc”, afirmou.

Também participaram da solenidade a senadora Margareth Buzetti, o deputado federal Fábio Garcia, o secretário de Segurança Pública, coronel César Roveri, a secretária de Comunicação, Laice Souza, os secretários adjuntos da Seduc, o presidente do Conselho Estadual de Educação, Gelson Menegatti, o pró-reitor de Pós-Graduação da UFMT, Adelmo Carvalho e o diretor executivo da Associação Bem Comum, Veveu Arruda. Ainda, Cassyra Vuolo, da Comissão de Educação do Tribunal de Contas, e Adriana Tomazoni, representante da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação, além de outras autoridades.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: https://www.gazetadigital.com.br/editorias/cidades/escolas-so-premiadas-com-r-8-2-milhes-por-melhora-nos-ndices-de-alfabetizao/736382

Similar Articles

Comments

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Advertisment

Powered by WP Bannerize

Recentes

Advertisment

Powered by WP Bannerize