Um dos quatros assaltantes de bancos acusados de participar do assassinato contra o tenente da Polícia Militar, Carlos Henrique Scheifer, foi morto em um confronto com PMs na tarde desta segunda-feira (15), em uma região de mata na BR-080, no Município de Peixoto de Azevedo (691 km ao Norte de Cuiabá).

 

Outros três criminosos continuam foragidos. Mais de 140 policiais estão no local à procura dos bandidos.

 

Scheifer foi executado durante um confronto no último sábado (13), quando trabalhava na captura dos criminosos que planejavam assaltar um banco na região. Ele atuava no Batalhão de Operações Especiais (Bope).

 

De acordo com o diretor operacional da Polícia Militar, Heverton Mourett, ainda não há informações precisas de como ocorreu o confronto desta segunda, já que há dificuldade de comunicação com as equipes policiais que se encontram no local

 

“Houve esse confronto no início da tarde e um dos marginais veio a óbito. Os demais continuam foragidos. As equipes policiais já conseguiram localizar onde eles estavam instalados na mata e as buscas continuam para prender os demais criminosos”, afirmou ao MidiaNews.

 

Reprodução

CARLOS

O tenente Carlos Henrique Scheifer que foi morto no último sábado (13) no interior

O assaltante morto foi identificado como Eronildes Alves de Souza, de 47 anos.

 

Ele era natural de Utinga, na Bahia. Os demais membros da quadrilha de assaltantes de banco também são baianos.

 

O ladrão era conhecido na cidade de Utinga como “Galego do Santa Luzia”.

 

Ele disputou as eleições de 2008 como candidato a vereador pelo PMDB, mas recebeu apenas 109 votos.

 

Morte de tenente

 

Scheifer estava com uma equipe do Bope na região para capturar a quadrilha que planejava um assalto a banco em Matupá.

 

Conforme Heverton Mourett, o bando já estava sendo monitorado pela Polícia Militar há mais de três meses.

 

“Na sexta-feira (12) já estávamos com uma equipe do Bope empregada na busca dessa quadrilha e nesse dia já houve um confronto na BR-080, entre os policiais e os criminosos”.

 

“No sábado de manhã houve um novo confronto. A guarnição do Bope conseguiu fazer a prisão de três assaltantes e apreendeu diversos armamentos pesados. Nesse confronto, um quarto marginal morreu”. Ele foi identificado como Marconi Souza dos Santos, de 34 anos.

 

Ainda de acordo com Mourret, em depoimento, os três criminosos presosm Agnailton Souza dos Santos, de 46 anos, Edmundo Souza dos Santos, 31 e Jeferson Lopes dos Reis, 19  indicaram onde os demais membros da quadrilha estariam.

 

“A equipe do Bope e outras guarnições foram para o local, já no sábado a noite. o Bope avançou para buscar a localização mais precisa, pois eles têm rastreadores, e foi aí que houve o confronto em que nós perdemos o tenente”, lamentou.

 

Scheifer foi atingido com um tiro de fuzil AK-47 no abdome e imediatamente encaminhado ao hospital de Matupá, mas não resistiu e morreu antes de chegar na unidade médica.

 

O corpo do tenente foi velado no auditório do Quartel do Comando Geral da PM-MT, em Cuiabá, no domingo (14).

 

O governador Pedro Taques, os secretários de Estado de Segurança Pública, Rogers Jarbas; da Casa Civil, José Adolpho; de Comunicação, Kleber Lima; de Justiça, coronel Siqueira; da Casa Militar, coronel Lesco, estiveram no local no domingo e manifestaram pesar aos familiares.

 

O sepultamento do tenente ocorreu nesta segunda-feira (15), no Cemitério Parque Bom Jesus de Cuiabá. O cortejo saiu do Quartel do Comando Geral da Polícia Militar às 7h30.

 

 

fonte: http://www.midianews.com.br