O projeto está em tramitação na Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher

(Por Thiago Andrade, O livre)

 

Com a ideia de aumentar a proteção à mulher vítima de violência doméstica, o deputado federal Gustinho Ribeiro (Solidariedade-SE) propôs que o homem que cumpre medida protetiva tenha que usar tornozeleira eletrônica e que pague por ela.

A proposição tramita com prioridade na Câmara dos Deputados e nem precisa da análise do plenário, as comissões terão apreciação conclusiva.

O projeto está em tramitação na Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher.

 

 

Fonte: https://olivre.com.br