“Voltando para casa”. É como o bolsonarista deputado federal Nelson Barbudo (PSL) explica a possibilidade de ir para o DEM em 2022, na janela partidária, sob a condição de apoiar o presidente na reeleição. Conta que está ensaiando sua saída do ex-partido de Jair Bolsonaro (sem partido) e já recebeu convite do senador Jayme Campos (DEM) para voltar ao grupo onde foi filiado por 30 anos, desde o extinto PFL.

“Só sai do DEM para ir pro PSL a convite de Jair Bolsonaro. O Aliança já está cantado de verso e prosa que não vai. Até quando temos que esperar a decisão do presidente? O DEM faz parte da base do governo, a minha postura é a mesma. O partido não terá candidato, mas se tiver eu preciso da liberação porque eu apoio Bolsonaro e não outro presidente”, disse ao RD news.

Nelson Barbudo - deputado federal - coletiva

Barbudo já foi vereador em Alto Taquari pelo partido de Jayme e, mesmo saindo da sigla, sua esposa Vânia Previdente continuou na sigla e se elegeu neste ano vereadora pelo município. É a segunda vez que ela assume o cargo. Caso saia do PSL, Barbudo não pode se filiar a outra sigla antes da janela permitida pela Justiça Eleitoral, que só abre em 2022. O parlamentar está insatisfeito a tempos com a sigla, que não lhe deu, por exemplo, legenda para concorrer ao Senado.

“Pouquíssimos partidos que se adequam à minha filosofia política. Não gosto dessa mudança de galho em galho e já aviso que não vou aceitar coligação com partido de esquerda”.

Barbudo afirma que não mudou a relação com Bolsonaro e que pretende buscar apoio em 2022 quando pretende disputar à reeleição.

“Nem uma vírgula mudou na minha relação com presidente e votarei até o ultimo dia com ele. Mas ele já deu uma mostra de como foi a eleição, todo mundo queria um vídeo com o Bolsonaro, ele fez raríssimo. Eu sou extremamente ligado a Bolsonaro, meu mandato é atrelado a ele, nada impede buscar um apoio”.

 

 

 

fonte: https://www.rdnews.com.br/legislativo/barbudo-deixa-psl-e-condiciona-filiacao-no-dem-a-apoio-a-bolsonaro-em-2022/137741