Ao todo, sete imóveis, com valores entre R$ 300 mil e R$ 33 milhões foram colocados à venda

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

Um terreno no Condomínio Portal das Águas, no Lago do Manso, em Chapada dos Guimarães (60 km de Cuiabá), foi o único imóvel do ex-governador Silval Barbosa arrecadado na primeira fase do leilão judicial.

Os bens estavam disponíveis para arremate desde o dia 18 de setembro.

A área, avaliada em R$ 524 mil, faz parte de uma lista de sete imóveis colocados para leilão. Os bens tinham sido entregues à Justiça pelo ex-governador, ao firmar seu acordo de colaboração premiada, homologado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em 2017.

O leilão foi determinado pela Vara de Execuções Penais de Cuiabá, para arcar com o compromisso de devolução de R$ 70 milhões aos cofres públicos. Desses, Silval se comprometeu a pagar R$ 46 milhões em bens.

O imóvel em Chapada, embora tenha atraído mais de 700 visualizações, não é o mais barato dos bens. Este seria um apartamento no Edifício Manchester, no bairro Miguel Sutil.

O imóvel é do tipo duplex, e foi avaliado em R$ 310,5 mil. Para ele, o lance mínimo foi estipulado em R$ 155,2 mil.

Apartamento de Silval, tipo duplex, no Edifício Manchester, em Cuiabá (Foto: Reprodução)

Agora, os bens que não foram vendidos entram na segunda fase do leilão. Os lances podem ser dados de forma online, no site da leiloeira. Os lotes ficarão abertos até o dia 31 de outubro.

Cabe lembrar que, nessa quarta-feira (16), o juiz Leonardo de Campos Costa e Silva Pitaluga, da Vara de Execuções Penais de Cuiabá, determinou que os valores arrecadados sejam destinado ao fundo penitenciário estadual. O dinheiro deve ser usado para ampliação e reformas de unidades prisionais.

 

Fonte: https://olivre.com.br