Nilson Leitão declarou R$ 863 mil; Júlio Campos, R$ 18 milhões; e Márcio Guedes, R$ 1,3 milhão

O candidato a senador pelo PSDB, Nilson Leitão, e o primeiro suplente, Júlio Campos: chapa milionária

 

os 11 postulantes à vaga deixada pela senadora cassada Selma Arruda (Podemos) no Congresso Nacional, apenas cinco oficializaram as candidaturas, por meio do registro no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT).

Os candidatos também entregaram à Justiça Eleitoral as suas declarações de bens, como exige a legislação.

Dentre os candidatos a senador e seus suplentes, o ex-governador Júlio Campos (DEM) é o mais rico, até então.

O democrata declarou mais de R$ 18 milhões em bens. Dentre eles, empréstimo na ordem de R$ 1,4 milhão à Agropastoril Cedrobom Ltda. Epp, uma fazenda de mais de R$ 2 milhões em Barão de Melgaço, participação de 85% na Empresa Rádio TV Brasil Oeste Ltda., avaliada em R$ 1,1 milhão, entre outros.

Campos é o primeiro suplente na chapa encabeçada pelo ex-deputado federal Nilson Leitão (PSDB).

Fora da política desde 2018, quando foi derrotado na eleição para o Senado, o tucano apresentou uma queda significativa em seu patrimônio.

Leitão registrou a sua candidatura no início desta semana e declarou um patrimônio avaliado em R$ 863.814,65 mil.

Seus principais bens são duas casas localizadas no município de Sinop (500 km ao Norte de Cuiabá), sua principal base eleitoral. Os imóveis são avaliados em R$ 240 mil e em R$ 193 mil.

Em 2018, por sua vez, o ex-parlamentar havia declarado R$ 887.095,06 em bens, o que representa uma queda de R$ 23.280, se comparado ao que foi declarado neste ano.

O seu segundo suplente, o empresário José Marcio Guedes (PL), também está entre os milionários, com um patrimônio declarado de R$ 1.374.036,90.

A coronel PM Fernanda dos Santos (Patriota), tem a maior fortuna entre os candidatos ao Senado, até agora, com um patrimônio declarado de R$ 1.658.018,73.

O maior bem declarado por ela é uma casa no Condomínio Alphaville, no bairro Jardim Itália, avaliada em R$ 1,5 milhão.

A militar ainda declarou um Fiat Uno 2017 no valor de R$ 26.700,00 e Toyota Hilux SW4 2018 no valor de R$ 81.318,00.

Ambos os carros estão em nome de seu marido, Wanderson Nunes de Siqueira.

O ex-deputado federal Victório Galli (Patriota), seu primeiro suplente, declarou ter apenas um veículo avaliado em R$ 64 mil, conforme sistema de registro de candidatura do TSE.

Já o segundo suplente, Tenente Esteves, registrou um patrimônio de R$ 163,3 mil, sendo seu maior bem uma casa localizada no bairro Tijucal, na Capital.

Um dos representantes da Assembleia Legislativa na eleição suplementar, o deputado estadual Elizeu Nascimento (DC) declarou um patrimônio de apenas R$ 421 mil  à Justiça Eleitoral.

Dentre os bens mais valioso do parlamentar, estão uma casa avaliada em R$ 150 mil e um terreno de R$ 50 mil.

Além disso, o deputado declarou possuir dois carros, sendo um avaliado em R$ 50 mil e outro, em R$ 17 mil.

Elizeu também possui R$ 148,3 mil em sua conta bancária.

O patrimônio do parlamentar cresceu em quatro anos.

Em 2016, quando ele disputou a eleição para vereador por Cuiabá, apresentava um patrimônio de R$ 190 mil.

Ele também disputou a eleição de 2018, quando foi eleito deputado estadual, mas não declarou seus bens à Justiça Eleitoral.

Elizeu encara a disputa ao Senado com o professor Naime como primeiro suplente, e o coronel Paulo Selva na segunda suplência.

O primeiro declarou um patrimônio de mais de R$ 5 milhões, enquanto o segundo afirma possuir apenas R$ 123 mil em bens.

Outro postulante ao Senado  que também já efetuou o registro de sua candidatura é Feliciano Azuaga (Novo), que declarou ter apenas um terreno em um condomínio fechado, avaliado em R$ 170 mil.

O prazo para registro de candidatura se encerra no próximo dia 26.

No dia seguinte, será iniciada a campanha eleitoral.

A eleição para senador ocorrerá em 15 de novembro, simultaneamente ao pleito para escolha de prefeito e vereador.

 

 

 

fonte: http://www.diariodecuiaba.com.br/politica/chapa-de-tucano-tem-maior-patrimonio-declarado-mais-de-r-20-mi/542453