Bairro é o mesmo onde casal de advogados foi mantido refém na última sexta-feira

Um dentista de 60 anos, identificado pelas iniciais J.B., morreu na tarde desta quarta-feira (21) após ter sido baleado no tórax durante uma tentativa de assalto pela manhã no Bairro Jardim Tropical.

A morte foi confirmada pela assessoria de imprensa do Pronto-Socorro.

A vítima foi surpreendida pela dupla de assaltantes em sua residência, próximo ao local onde um casal de advogados foi mantido refém por dez horas na última sexta-feira (21).

Conforme informações preliminares da assessoria da Polícia Militar, o homem foi abordado por dois bandidos armados dentro da garagem, quando ele saía do carro. A dupla anunciou o assalto, pedindo pelo veículo.

Em dado momento, um dos assaltantes atirou em seu tórax. Os dois bandidos conseguiram fugir em seguida sem conseguir levar o carro.

Testemunhas que passavam pelo local acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para socorrer o dentista. O homem foi atendido consciente e encaminhado ao Pronto-Socorro Municipal.

Entretanto, o dentista não resistiu ao ferimento e morreu por volta das 14 horas.

Policiais realizaram rondas pela região, mas não conseguiram localizar os assassinos.

Roubo com refém

O bairro tem sofrido com uma onda de violência nas últimas semanas. Na segunda-feira (24), a reportagem andou pela região e conversou com moradores, que revelaram a rotina de apreensão por causa dos roubos.

Na sexta-feira (21), os advogados Mario Ribeiro de Sá, de 71 anos, e Elvira Francisca de Oliveira, de 54, foram rendidos por bandidos por volta de 4h. Eles ficaram reféns por cerca de 10 horas.

Policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope) e da Rondas Ostensivas Tático Móvel (Rotam) foram acionados para negociar a soltura do casal.

Por volta de 14h, os criminosos se entregaram à polícia.

 

Fonte: http://www.midianews.com.br