O funcionário da rede de supermercados Atacadão foi preso nesta quinta-feira (8), acusado de roubar e assediar sexualmente uma mulher de 37 anos, quando a mesma deixava o estabelecimento comercial, localizado na Avenida Fernando Corrêa da Costa, em Cuiabá.

 

De acordo com o boletim de ocorrência, o caso aconteceu no estacionamento do supermercado.

 

Segundo o BO, a vítima estava na companhia de uma amiga, quando o homem de 30 anos abordou as duas, dizendo que iria orar pela vida de ambas e ungi-las com óleo. Neste momento, o suspeito despejou uma garrafa de óleo de soja nas duas mulheres.

 

Em seguida, ele teria empurrado a vítima, que caiu no chão, e se deitou por cima dela, e começou a passar a mão em suas partes intimas.

 

A mulher ainda relatou que o homem tentou enforcá-la e tirou sua aliança do dedo à força. Neste momento, a amiga da vítima puxou o suspeito pelos cabelos. Em seguida, ele fugiu correndo.

 

As duas voltaram até o supermercado e pediram ajuda para os funcionários, que trouxeram o suspeito até a presença da vítima e fizeram-no devolver a aliança.

 

A Polícia Militar foi acionada e o homem foi preso e encaminhado para a Central de Flagrantes da Capital.

 

Na delegacia, a mãe do acusado se apresentou e relatou que ele tem problemas psiquiátricos. Ela mostrou um laudo que comprovaria tais doenças.

 

O caso foi registrado e será investigado pela Polícia Civil.

 

Outro lado

 

A assessoria de imprensa do supermercado Atacadão se manifestou por meio de nota e relatou que prestou toda assistência à vítima no momento do ocorrido e afastou o funcionário acusado, até que as investigações sejam concluídas.

 

“A rede informa que, assim que tomou conhecimento do caso, prestou assistência à cliente, comunicou os responsáveis do colaborador, pessoa com deficiência intelectual, e acionou as autoridades para conduzir a apuração do caso. Além disso, de forma preventiva, afastou temporariamente o funcionário até a conclusão das investigações”.

 

Fonte: http://www.midianews.com.br