Ecosport dirigido pelo filho do prefeito quebrou o muro e invadiu um dos cômodos da casa. G1 ligou para a assessoria de imprensa de Amaral e para o próprio prefeito, mas as ligações não foram atendidas.

Filho de prefeito abandona carro e foge após atingir casa recém-construída durante racha em Poconé — Foto: Polícia Militar de Mato Grosso/Divulgação

Filho de prefeito abandona carro e foge após atingir casa recém-construída durante racha em Poconé — Foto: Polícia Militar de Mato Grosso/Divulgação

O filho do prefeito de Poconé, a 104 km de Cuiabá, é suspeito de fugir depois de abandonar um carro que invadiu uma casa durante um racha na cidade na madrugada desta quinta-feira (29).

De acordo com o boletim de ocorrência da Polícia Militar, Bruno Vinicius de Carvalho Amaral, de 24 anos, é filho do prefeito Atail Marques do Amaral (PR), conhecido como Tata Amaral.

O G1 ligou para a assessoria de imprensa de Amaral e para o próprio prefeito, mas as ligações não foram atendidas.

Segundo a PM, o acidente ocorreu por volta de 3h no Bairro Cruz Preta, em Poconé.

Filho de prefeito atingiu casa recém-construída durante racha em Poconé — Foto: Polícia Militar de Mato Grosso/Divulgação

Filho de prefeito atingiu casa recém-construída durante racha em Poconé — Foto: Polícia Militar de Mato Grosso/Divulgação

A polícia recebeu denúncias de que dois veículos faziam racha na Avenida Anibal de Toledo. A ligação dizia que ambos teriam perdido o controle na curva no bairro e que um dos veículos invadiu uma casa.

O veículo, um Ecosport, quebrou o muro e invadiu um dos cômodos da casa. No local a polícia encontrou apenas o proprietário da casa, de 63 anos, que não se feriu.

Bruno não foi encontrado, mas foi visto por testemunhas deixando o local. A mãe dele, que é dona do veículo, se apresentou à polícia ainda no local do acidente.

Carro do filho do prefeito foi retirado na manhã desta quinta-feira em Poconé — Foto: Arquivo pessoal

Carro do filho do prefeito foi retirado na manhã desta quinta-feira em Poconé — Foto: Arquivo pessoal

Em conversa com a PM, ela comentou que não sabia onde o filho estava, mas se comprometeu a consertar o estrago e fazer reparos na estrutura da casa da vítima.

O idoso dono do imóvel contou que havia construído a casa há apenas cinco meses.

A Polícia Civil de Mato Grosso disse ao G1, por meio de assessoria, que o filho do prefeito não se apresentou na delegacia. Entretanto, a polícia informou que, assim que receber o boletim de ocorrência da PM, analisará o caso e investigará o acidente.

Fonte: https://g1.globo.com/mt/