Ogovernador Mauro Mendes visita o Instituto Butantan, em São Paulo, na tarde desta sexta (11). O gestor vai acompanhar a situação da vacina Coronavac, produzida pelo instituto em parceria com a empresa Sinovac.

Mauro Mendes reuni�o MDB

Mauro Mendes afirmou que irá buscar todas as alternativas para garantir o quanto antes uma vacina segura ao povo mato-grossense, devidamente aprovada pelos órgãos sanitários. “Estamos conversando com o Governo Federal e cobrando que a Anvisa autorize a vacina, seja ela qual for, o quanto antes. Aqui em São Paulo, tenho conversado com o governador João Dória e vou conhecer hoje a vacina Coronavac. A prioridade é garantir uma vacina segura aos mato-grossenses o mais rápido possível”, relatou.

O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (MDB) também iniciou as tratativas com o governo de São Paulo para, se necessário, adquirir doses da vacina. A informação foi publicada em primeira mão pelo

Até ontem (10), governos de 11 Estados e 276 cidades já solicitaram a Coronavac. Os Estados são: Acre, Pará, Maranhão, Roraima, Piauí, Mato Grosso do Sul, Espírito Santo, Rio Grande do Norte, Paraíba, Ceará e Rio Grande do Sul. O anúncio foi feito ontem (10) por Dória durante o lançamento do início da produção da vacina.

São Paulo lidera as discussões paralelas às negociações do ministério da Saúde e quer iniciar a vacinação em 25 de janeiro. A Coronavac, entretanto, ainda não tem aval da Anvisa para ser utilizada. O laboratório deve entrar com dois pedidos: o de uso emergencial e o de registro definitivo. As regras para uso emergencial foram aprovadas ontem (11) pelo órgão regulador.

Atualmente, quatro vacinas estão em testes de fase 3 no Brasil.  Além da Sinovac, integram essa lista a da Pfizer, a de Oxford e a da Johnson .

Imbróglio

Neste ano, o governador chegou a sinalizar que o Estado poderia comprar a vacina coronavac. Em outubro, afirmou que teria recursos para comprá-la – mesmo se não tiver ajuda do Governo Federal.

Depois, Mauro passou a adotar outra postura em relação à vacina, indo a Brasília buscando o ministro da Saúde que teria dado a palavra de que a vacinação poderia começar já em janeiro, depois adiou para fevereiro. (Com Assessoria)

 

 

Fonte: https://www.rdnews.com.br/coronavirus/governador-visita-butantan-e-afirma-que-prioridade-e-garantir-uma-vacina-segura/137576