Jean Patrick chora ao lembrar voo do Cuiabá: "Achei que ia morrer" - Reprodução/ESPN Brasil

Jean Patrick chora ao lembrar voo do Cuiabá: ‘Achei que ia morrer’

Um dia depois de passar por momentos de tensão em voo que levava a delegação do Cuiabá de São Paulo para o Mato Grosso, o meia Jean Patrick disse, em depoimento à ESPN Brasil, que achou que ia morrer. Ele ainda citou o acidente com a delegação da Chapecoense, em 2016. Emocionado, Jean Patrick disse que fez um vídeo para o caso de não conseguir rever a família e deixar uma mensagem de despedida. Ele lembrou do acidente com a delegação da Chapecoense na Colômbia.

“Eu gravei até o vídeo, vai que pode ser uma última mensagem, eu sei agora o que o pessoal da Chapecoense passou, não desejo isso pra ninguém, achei que a gente ia morrer”, disse. Por conta das chuvas, a aeronave não teve condições de aterrissar em Cuiabá. O voo havia saído de Guarulhos-SP e tinha como destino o Aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande. O piloto optou por descer em Goiânia. “Fiquei apavorado achando que a gente não ia sair dessa, já tinha mandado mensagem para minha esposa e dizendo ‘reza por nós’, até achei que poderia não estar vivo hoje, quem passou por um momento disso aí, a gente tem filho, sai de casa e não sabe se vai voltar” disse o meia. O meia Jean Patrick compartilhou um vídeo do ocorrido nas redes sociais e relatou momentos de tensão. “Me leva para casa, Senhor. Minha família me espera”, publicou. “Nunca passei tanto medo por isso. ‘O dia de amanhã só pertence a Deus'”, completou.

O vice-presidente do clube, Cristiano Dresch, disse ao UOL que o incidente foi apenas “um susto”. “O avião chegou em Cuiabá quando estava chovendo forte, estava uma ventania. O comandante foi para Goiânia e ficou sobrevoando a cidade uns 20 minutos. Tiveram um susto quando arremeteu. Foi realmente uma turbulência forte, mas depois, de Goiânia para Cuiabá, foi tudo bem. Foi só um susto, graças a Deus”, disse. Em nota, a GOL informou que precisou alterar o local do pouso do voo G3 1132 devido às condições meteorológicas adversas. “A GOL informa que, por conta das condições meteorológicas adversas em Cuiabá, o voo G3 1132 (Guarulhos – Cuiabá) precisou alternar para o Aeroporto de Goiânia, pousando em segurança às 17h56. A companhia ressalta ainda que, após a melhora no clima, todos os clientes seguiram viagem e já desembarcaram em seu destino

O Cuiabá retornava de Campinas em um voo comercial após derrota por 1 a 0 contra o Guarani. A equipe lidera a Série B do Campeonato Brasileiro com 32 pontos após 16 jogos

 

 

 

Fonte: https://www.uol.com.br/esporte/futebol/ultimas-noticias/2020/10/15/jean-patrick-chora-ao-lembrar-voo-do-cuiaba-achei-que-ia-morrer.htm