Otmar de Oliveira

 

Uma decisão nesta sexta-feira (22) da 3ª Câmara Criminal de Cuiabá impediu a soltura da adolescente acusada de atirar e matar Isabele Ramos, 14, no condomínio Alphaville, em julho de 2020.

O desembargador Juvenal Pereira da Silva negou o pedido de habeas corpus da defesa da menor, que está internada no socioeducativo Menina Moça, em Cuiabá.

A adolescente de 15 anos foi internada na terça-feira (19), após uma decisão da 2ª Vara Especializada da Infância e Juventude de Cuiabá. A menor terá que cumprir 3 anos de internação por ter cometio um ato infracional análogo a homicídio.

O crime
Isabele Ramos, 14, era melhor amiga e vizinha da filha de Marcelo Cestari. Na noite de 12 de julho de 2020, ela estava no banheiro quando foi atingida por um tiro no rosto, na altura do nariz.

A amiga de Isabele alegou que o tiro foi acidental, após a arma ter caído. No entanto, as investigações apontaram que houve intenção de matar, por indícios como a distância da vítima da arma e que as duas meninas estavam dentro do banheiro.

Na época da denúncia do Ministério Público, a adolescente chegou a ser internada no Centro Socioeducativo Menina Moça, mas foi conseguiu ser liberada em menos de 24 horas.

 

 

 

FONTE: https://www.gazetadigital.com.br/editorias/judiciario/justia-nega-soltura-de-adolescente-que-matou-isabele-ramos/642437