Vereador Abílio Brunini filmou a casa do prefeito Emanuel Pinheiro, acusando-o de fazer obra sem alvará

(POR CAMILA RIBEIRO )

O vereador Luis Claudio, que criticou a postura de colega

Líder do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) na Câmara, o vereador Luis Claudio (Progressistas), classificou como “ilícita, inconveniente e imoral” a ação do colega Abílio Brunini (PSC) que, na última quinta-feira (9), fez uma filmagem em frente à residência do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB).

O episódio resultou em confusão uma vez que, enquanto gravava o vídeo, Abílio teve o celular tomado de sua mão pelo motorista Jonai dos Santos, que trabalha com a primeira-dama da Capital, Márcia Pinheiro.

Luis Claudio condenou a postura de Abílio e o acusou de agir para “provocar matéria na mídia” e ainda sugeriu que o colega tem distúrbio mental.

Isso não é fazer política. Isso é bipolaridade, esquizofrenia. Quando o vereador Ricardo Saad falou que tem que fazer um laudo psiquiátrico desse cidadão, tem que fazer. Não está ajustada a mente dele

“Isso não é fazer política. Isso é bipolaridade, esquizofrenia. Quando o vereador Ricardo Saad falou que tem que fazer um laudo psiquiátrico desse cidadão, tem que fazer. Não está ajustada a mente dele. Trabalha com dois centros de relacionamento distintos”, disse Luis Claudio, em discurso na tribuna.

Na avaliação do vereador, Abílio opta por fazer a política do “quanto pior, melhor”.

Ele disse também esperar que o episódio de ontem não cause prejuízos à imagem da Câmara de Vereadores.

“Para ser vereador é igual juiz de Direito, não se pode colocar lá [no Judiciário] uma pessoa desiquilibrada. Aqui é a mesma coisa. Não pode o Legislativo ter gente desequilibrada. Isso eu lamento. Espero que não respingue nessa Casa a atitude isolada desse vereador”, afirmou.

“Há que se fazer a crítica, o apontamento e até a denúncia. Vereador tem que fazer isso. Mas tentar se autopromover, gravar as pessoas, gravar o segurança da casa do prefeito Emanuel, que é maior autoridade do município. Queira vocês ou não, ele é a maior autoridade do município”, disse ele.

“Denúncia infundada”

Ainda em seu discurso, o vereador Luis Claudio disse que a denúncia dando conta de que a obra realizada na casa do prefeito não teria alvará é “infundada”.

“Quero lamentar profundamente a atitude do Abílio, que foi à casa do prefeito tentar produzir imagens de uma suposta obra que não teria o alvará. E eu digo de antemão que tem. Trata-se de uma denúncia infundada”, concluiu.

 

FONTE: https://www.midianews.com.br