O governador de Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM), disse hoje que não pretende fazer alteração em seu secretariado, conforme cogitado em dezembro quando especulou-se a possibilidade de puxar o deputado Thiago Silva (MDB) para o governo e abrir espaço para o deputado Romoaldo Júnior voltar à Assembleia Legislativa com a missão de fortalecer a base governista no parlamento. Mauro disse que está satisfeito com a equipe, que só teve uma troca desde o começo do seu mandato, e que, por enquanto, não vai fazer trocas.

“O que eu tenho a dizer é que estou satisfeito, sim, com a minha equipe. Ajustes sempre são possíveis, mas, neste momento, não tem nada programado. Qualquer coisa que digam diferente disso, é fofoca de alguém que está falando besteira, até porque quem me conhece sabe que eu não sou de vazar informação. Quando eu tenho uma decisão a tomar eu não fico esparramando ela pelos corredores do Palácio [Paiaguás], fazendo virar fofoquinha. Eu trato ela tecnicamente e com respeito às pessoas. Se alguém tiver que ser demitido, provavelmente a primeira a saber vai ser esta pessoa”, enfatizou em entrevista à Rádio CBN, em Cuiabá.

A satisfação é tanta, que o governador fala em aumentar as cobranças sobre a sua equipe. “Pessoalmente estou bastante satisfeito e vou apertar cada vez mais a minha equipe para produzir mais, porque eu acho que eles têm condições e capacidade para entregar mais, e a população de Mato Grosso terá isso neste governo”, completou.

Desde que assumiu o governo em 2019, Mauro Mendes só fez uma alteração no alto escalão. A ex-secretária de Educação, Marioneide Kliemaschewsk saiu alegando motivos pessoais e deu lugar ao atual secretário, Alan Porto.

 

 

 

Fonte: https://www.sonoticias.com.br/politica/mauro-mendes-nega-que-mudara-secretariado-e-cobrara-mais-produtividade-da-equipe/