(Por ALEXANDRE APRÁ, issoenoticia)

Após 4 meses fechada, Santa Casa de Cuiabá reabre as portas ...

O procurador da República, Gustavo Nogami, instaurou um inquérito para investigar irregularidades na Sociedade Beneficiente Santa Casa de Cuiabá, antiga detentora da unidade que passou a ser administrada pelo Governo de Mato Grosso em 2019.

A investigação foi aberta depois do Relatório de Auditoria nº18095, produzido no ano passado pelo Departamento Nacional de Auditoria do Sistema Único de Saúde (Danasus).

No inquérito que determinou a investigação, o MPF cita que durante a apuração preliminar ficou evidenciada a inércia do Governo de Mato Grosso em ajudar o município a regularizar a situação do SISCAN – Sistema de Informação do Câncer, órgão ligado ao Ministério da Saúde.

Isso porque a Santa Casa é referência em tratamentos oncológicos. Os impasses entre a antiga administração e os governos municipal e estadual giravam em torno de atrasos em repasses e resultaram em colapsos no atendimento até o anúncio do fechamento da unidade pelos antigos administradores.

“Considerando, ainda, as informações coligidas durante a investigação no sentido da inércia do Governo de MT em apoiar o Município
de Cuiabá na execução do SISCAN”, diz trecho da portaria que cita a justificativa da investigação.

À época do anúncio do fechamento da unidade pela antiga gestão, o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB) e Mauro Mendes (DEM) travaram uma disputa política motivada pela já conhecida desavença de ambos.

Só depois da repercussão negativa é que o Governo decidiu assumir a gestão do hospital.

Confira trecho final da Portaria Nº 24, de 8 de abril de 2020, do MPF:

Fonte: https://www.issoenoticia.com.br/cotidiano/mpf-investiga-santa-casa-e-cita-inercia-do-governo-de-mt-em-ajudar-cuiaba/29910#