Campeão brasileiro, o Palmeiras agiu rapidamente no mercado e terminará 2016 com o planejamento adiantado. O clube anunciou a contratação de quatro jogadores, está com acordo adiantado para trazer Felipe Melo, e ainda negocia com Samuel Xavier, Michel Bastos e Willian. Dos titulares, apenas Gabriel Jesus saiu, vendido ao Manchester City (ING).

Por Alejandro Guerra (cerca de R$ 10 milhões), Hyoran (R$ 7 milhões), Raphael Veiga (R$ 4,5 milhões) e Keno (R$ 3 milhões), o Verdão desembolsou R$ 24,5 milhões. Felipe Melo negocia para rescindir com a Inter e assim o time pagaria apenas seus salários e bônus; Michel Bastos antecipou o fim de seu contrato com o São Paulo e chegaria da mesma forma, enquanto Samuel e Willian ainda podem ser envolvidos em trocas de jogadores pouco usados.

Conhecido pela forte atuação no mercado, Alexandre Mattos tem como meta brigar pelo título da Libertadores de 2017 e para isto não tem medido esforços na janela. Neste ano, a expectativa já era grande, mas as contratações do início de 2016 não deram resultado, Marcelo Oliveira teve problemas, e o time foi eliminado precocemente na primeira fase.

Agora, o diretor de futebol buscou diferentes perfis: revelações (Raphael Veiga, Hyoran e Keno, apesar de seus 27 anos); jogadores mais “cascudos” para o torneio continental, como Felipe Melo e Guerra, eleito o melhor da última Libertadores, além de outros mais experientes, como Michel e Willian. O clube está aumentando seu elenco por conta do calendário longo do próximo ano e diz estar fazendo tudo dentro de sua realidade financeira.

“O que estamos fazendo no momento está dentro do nosso orçamento, nada fora, nenhuma vírgula. Fazemos tudo dentro do nosso organograma financeira, o Palmeiras está procurando mudar um pouquinho seu perfil, porque temos a Libertadores. O aprendizado passa pelo ano passado, que não foi nada prazeroso”, resumiu Alexandre Mattos, em entrevista à rádio Jovem Pan.

Nesta próxima semana, a expectativa é de que se resolvam as negociações com Felipe Melo, Michel Bastos e Samuel Xavier. Eduardo Baptista tem boa chance de começar o trabalho na pré-temporada com o elenco praticamente completo. Só um novo centroavante pode ser vir depois, já que o Palmeiras ainda pensa em trazer um jogador de destaque para a vaga de Gabriel Jesus.

Miguel Borja, do Atlético Nacional (COL), e Lucas Pratto, do Atlético-MG, são os dois que agradam ao clube, mas são investimentos altos. Para contratá-los, apenas com o aporte da Crefisa, que ainda não renovou o contrato, válido até o fim de janeiro. Gustavo Scarpa, meia que tem contrato até 2019 com o Fluminense e cuja renovação, que renderia um aumento salarial, empacou, é outro atleta deste perfil.

 

 

Fonte: esportes.terra.com.br