Novo valor começou a valer à meia-noite desta terça-feira e não tem previsão de quanto vai pesar para o consumidor

Foto: Marcello Casal/Agência Brasil

O gás de cozinha residencial teve seu preço ajustado em 5% à meia-noite desta terça-feira (22). Já o comercial teve uma variação de 3% no seu custo.

O anúncio foi feito pelo Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Gás Liquefeito de Petróleo (Sindigás) e foi confirmado pela Petrobras.

Os aumentos são médias, pois o valor terá variação, para maior ou menor, dependendo da área de distribuição nacional, segundo o Sindigás.

Como o reajuste foi direcionado às distribuidoras, o preço para o consumidor final poderá ser diferente. Ao custo delas, as distribuidoras acrescem valores gastos com mão de obra, logística, impostos e margem de lucro.

“De acordo com as informações recebidas da Petrobras, o aumento do GLP residencial oscilará entre 4,8% e 5,3%, e o aumento do GLP empresarial entre 2,9% e 3,2%, dependendo do polo de suprimento”, informou o Sindigás.

O último aumento de GLP praticado pela Petrobras foi no dia 5 de agosto.

 

Fonte: https://olivre.com.br/