Município recomenda que todos os velórios sejam feitos com o caixão fechado.

(Por Kethlyn Moraes, G1 MT)
Prefeito Asiel Bezerra assinou o decreto na noite de sexta-feira (20) — Foto: Prefeitura de Alta Floresta

Prefeito Asiel Bezerra assinou o decreto na noite de sexta-feira (20) — Foto: Prefeitura de Alta Floresta

A Prefeitura de Alta Floresta, a 800 km de Cuiabá, decretou na sexta feira (20), medidas temporárias para prevenção ao coronavírus. Entre elas, a restrição de pessoas nos velórios e a determinação de que todos eles sejam feitos com caixão fechado. Além disso, a prefeitura estipulou um toque de recolher na cidade, a partir das 20h.

Segundo o documento, as pessoas deverão evitar a visitação nos velórios, e os estabelecimentos deverão restringir o público a, no máximo, 10 pessoas por sala. Nesses locais, ficam proibidas aglomerações de visitantes pelas áreas internas e externas e o fornecimento de lanches.

Também nesses espaços deverão ser divulgadas orientações para evitar contatos físicos como apertos de mãos, abraços e beijos.

O decreto recomenda que, por um período de 15 dias, podendo ser prorrogado, os velórios sejam todos feitos com caixão fechado. As medidas começaram a valer no último sábado (21).

O município estipulou também um toque de recolher a partir das 20h, devendo todos os cidadãos estarem com seus documentos pessoais no caso de abordagem após esse horário e apresentarem justificativas nos casos excepcionais.

Os estabelecimentos gastronômicos que realizarem atendimento ‘delivery’ podem passar do horário estipulado, mas também deverão estar portando documentos pessoais e apresentar justificativa no caso de abordagem, de preferência estando uniformizado, com a carteira de trabalho e o veículo identificado de ‘delivery’.

O decreto também suspendeu atividades do comércio e a realização de eventos festivos, esportivos, religiosos e culturais, como shows,apresentações artísticas, campeonatos esportivos, acampamentos e eventos religiosos.

Também foram suspensas na cidade, as atividades das pousadas turísticas, a fim de evitar aglomeração de pessoas vindas de locais com casos suspeitos ou confirmados do coronavírus.

Veja outras medidas estabelecidas pelo decreto:

  • Suspensão do funcionamento do comércio lojista, incluindo galerias e camelódromos. A medida não se aplica a supermercados, açougues, padarias, mercearias, postos de combustíveis, farmácias, drogarias, laboratórios, clínicas, hospitais e demais serviços de saúde
  • Suspensão do funcionamento de bares, restaurantes, lanchonetes, carrinhos/trailers de comidas, sorveterias e similares, sendo permitida unicamente a prestação de serviço de entrega em domicílio, devendo os estabelecimentos permanecerem com as portas fechadas para o público presencial;
  • Restrição de atendimento a clínicas de estética, salões de beleza, manicure, pedicure,
  • Cabeleireiros e barbeiros, que deverão implantar sistema de atendimento de um cliente por vez, sem sala de espera.
  • Restrição no horário de atendimento nas lotéricas e serviço bancário limitados a quatro horas diárias, devendo realizar agendamentos e organizar as filas respeitando o espaço de dois metros de distância entre pessoas.
  • Os estabelecimentos relativos a material de construção poderão manter serviço de venda e fornecimento de bens e materiais mediante contatos remotos, como telefone, e- mails, redes sociais.
  • As lojas de supermercados deverão manter as filas organizadas de forma que os clientes mantenham entre si uma distância mínima de dois metros;
  • Os clientes deverão realizar as suas compras com a maior brevidade possível, para viabilizar o abastecimento do maior número de famílias;
  • Recomenda-se que compareça à loja apenas um membro da família,mantendo em casa, idosos, crianças e outras pessoas vulneráveis;
  • Fica proibida a realização de qualquer tipo de feira livre no município, incluindo as feiras de produtores rurais, feiras tecnológicas e agropecuárias, leilões e similares.
  • Escolas ou entidades de cursos profissionalizantes, inclusive os que ministram cursos de informática devem suspender imediatamente suas atividades.
  • Em transporte por táxi ou motorista de aplicativo, fica proibida utilização do banco dianteiro do passageiro. A parte interna do veículo deverá ser submetida a assepsia após a finalização de cada corrida.

Em caso de descumprimento das medidas estabelecidas, a Polícia Militar poderá fazer uso da força para a manutenção da ordem pública.

Fonte: https://g1.globo.com/mt/mato-grosso/noticia/2020/03/24/prefeitura-restringe-numero-de-pessoas-em-velorios-e-estabelece-toque-de-recolher-em-alta-floresta-mt.ghtml