Ato em Cuiabá reunirá estudantes e professores a partir das 14h, na Praça Alencastro

(Por Thiago Andrade, O Livre)

Os professores da UFMT decidiram aderir ao movimento nacional e paralisar as atividades na próxima terça-feira (13). Estudantes e professores voltam às ruas para manifestar descontentamento com a reforma da previdência e para defender a educação pública no país e os profissionais. Novo ato está marcado para o período da tarde, às 14h, na Praça Alencastro.

A decisão de aderir ao movimento nacional foi tomada nesta terça-feira (06). Segundo a categoria, dessa forma, professores estão contribuindo para defender o direito de todos ao ensino público, gratuito e de qualidade.

Uma reunião nesta quinta-feira (08), às 17h30, na Adufmat, definirá quais será o cronograma de atividades até o dia da greve nacional. Segundo os organizadores, a ideia é convocar alunos e distribuir material gráfico, como panfletos e adesivos.

Ato Praça Alencastro

Para a terça, além da paralisação de todas as atividades, os docentes aprovaram a realização de uma oficina de cartazes na praça em frente ao Restaurante Universitário, a partir das 11h30.

De lá, os manifestantes sairão em carreata até a Praça Alencastro, onde será ocorre o ato unificado da greve nacional, às 14 horas. O sindicato disponibilizará ônibus aos interessados em participar.

 

 

Fonte: https://olivre.com.br/