O cirurgião que atendeu o recém-nascido considera a situação um milagre, já que o bebê sobreviveu cinco dias até chegar à mesa de cirurgia, pois o caso era gravíssimo

Bebê passou por cirurgia em Cuiabá

A luta pela vida travada pelo recém-nascido E.F.L.B, que nasceu com má-formação anal, terminou com um final feliz depois de incertezas, medos e o risco de morte, o que foi considerado um milagre pelo cirurgião.

O bebê passou por uma cirurgia de sucesso nessa quarta-feira (10) no Hospital Infantil e Maternidade Femina, em Cuiabá, onde segue internado em observação, mas passa bem e tem previsão de alta hospitalar já para a próxima semana, quando poderá voltar para casa com a família e ter vida normal.

De acordo com cirurgião pediátrico Dr. Oswaldo Mendes, o pequeno paciente é um ‘milagre de Deus’. Conseguiu sobreviver cinco dias até que chegasse à mesa de cirurgia e o ânus fosse reconstruído.

O médico ainda questionou o fato de uma cirurgia de tanta urgência, onde o paciente tem risco eminente de morte, precisar de liminar judicial para ser autorizada.

Entenda o caso

O bebê nasceu com atresia anal (ânus imperfurado) no último dia 5 em Nova Bandeirantes e foi reencaminhado ao Hospital de Alta Floresta, porém, a unidade de saúde não tem estrutura para realizar o procedimento de reconstrução anal da criança.

A Defensoria Pública de Mato Grosso, durante o plantão do último domingo (7), pediu liminar à Justiça, que deferiu o pedido de tutela de urgência e determinou, no mesmo dia, que o Estado e o Município de Nova Bandeirantes (989 km de Cuiabá) disponibilizem uma UTI neonatal e realizem o procedimento cirúrgico para corrigir a malformação.

Mas naquele momento não foi encontrada nenhuma vaga disponível em UTIs de todo o Estado, deixando a família ainda mais desesperada, já que o bebê não podia se alimentar e estava sobrevivendo com soro.

A Justiça fixou prazo de 12 horas para o cumprimento da decisão, sob pena de multa diária de mil reais. As Secretarias Estadual e Municipal de Saúde, assim como a Central de Regulação do Sistema Único de Saúde (SUS), também foram notificadas para o cumprimento da sentença com a urgência necessária.

Apenas nessa quarta-feira (10) o Hospital Fêmina disponibilizou uma vaga e recebeu a criança, que logo foi encaminhada à cirurgia.

O nascimento

Os pais, Elaine de Fátima Lourenço Borges, 35 anos, dona de casa, e Aldo Atílio Borges, 43 anos, autônomo, deram entrada na unidade de saúde de Nova bandeirantes na última sexta-feira (05), onde a mulher daria à luz.

Aldo conta que nenhum problema foi identificado no feto nos ultrassons realizados durante o pré-natal e nada também foi observado pelos médicos após o parto, que inicialmente seria cesárea, mas acabou sendo induzido de forma natural.

“Reparamos que os outros nenês faziam cocô e só o nosso não, mas as enfermeiras diziam que era normal. Apenas no sábado (dia 6), por volta das 15h, a pediatria veio fazer a consulta e deu a notícia de que ele tinha nascido sem o ânus”, contou Aldo. Veja reportagem completa aqui.

 

 

Fonte: https://www.reportermt.com.br/geral/recem-nascido-com-ma-formacao-anal-passa-por-cirurgia-em-cuiaba-e-medico-aponta-milagre/131181