Esta tem sido a maior causa para ausências nos locais de vacinação

Secretário critica cuiabanos que escolhem qual vacina tomar contra covid-19

Há pouco mais de 30 dias no cargo de secretário municipal de Saúde, Célio Rodrigues da Silva percebeu que a tentativa de escolher qual vacina tomar tem feito muitas pessoas deixarem de ser imunizar contra a covid-19. Este é o motivo mais frequente para as pessoas simplesmente não comparecerem aos postos de vacinação após o agendamento.

“Há os mais diversos motivos para não se apresentar na data agendada. Alguns viajam, outros simplesmente faltam e não justificam, mas a maioria realmente quer escolher a vacina. Quer uma escolha pessoal. Todas as vacinas são boas, vacina boa é a no braço”, destacou o secretário em entrevista exclusiva ao Playagora.

O comportamento dos cuiabanos não difere do que ocorre no restante do país. A 17ª edição da pesquisa da Confederação Nacional dos Municípios (CNM) sobre a pandemia da covid-19 apontou que em 74,2% das 2.826 prefeituras ouvidas, a população recusou a tomar a vacina aplicada. As vacinas mais recusadas foram a CoronaVac, em 1.067 (50,6%), a Oxford/AstraZeneca, em 829 (39,3%) e, em menor proporção, a da Janssen, em 66 (3,1%).

Para o secretário, essa escolha por vacina tem ocorrido neste momento de queda nas mortes diárias e de pessoas internadas com a doença. Com a maior disposição de imunizantes e com cenário de aparente relaxamento, as pessoas passaram a querer escolher a vacina.

“Acho que nos momentos em que nós tivemos os picos da covid-19, com cenário mais grave, existiu uma busca maior pela vacina. Mas agora que estamos num período de mais tranquilidade, há tendência de um relaxamento e essas escolhas. Temos é que nos vacinar! A imunização que nos dará condições de voltar à normalidade”.

 

 

FONTE: https://www.leiagora.com.br/noticia/103197/secretario-critica-cuiabanos-que-escolhem-qual-vacina-tomar-contra-covid-19