O deputado federal Valtenir Pereira assinou a ficha de filiação do PSB na tarde desta quarta-feira (14), na sede do partido em Brasília. Ele assume, a partir de agora, a presidência do partido em Mato Grosso, em substituição ao também federal Fabio Garcia.

 

Valtenir havia deixado a sigla em 2013 e, de lá para cá, passou pelo Pros, PMB e PMDB.

 

Apesar de membros da sigla já falarem em debandada, o parlamentar afirmou que retorna ao PSB para “construir consensos”. Disse, ainda, querer ajudar a reposicionar o partido em Mato Grosso.

 

“Sempre tive muita saudade do PSB, pela forma como o partido defende as políticas nacionais, como o PSB se organiza para cumprir a sua missão partidária. Ajudá-lo nesse reposicionamento, especialmente em Mato Grosso, é motivo de orgulho para mim”, disse ele, por meio de nota publicada pelo diretório nacional.

 

Sabendo do reposicionamento do partido neste momento da política nacional, ele retorna à sua casa, garantindo sintonia do PSB-MT com a direção nacional e com as causas populares

Já o presidente nacional do partido, Carlos Siqueira, responsável pelo convite, afirmou que o deputado retorna para garantir “sintonia” entre o PSB-MT e a direção nacional.

 

O convite pode ser considerado uma resposta a Fabio Garcia, que votou favorável à reforma trabalhista do presidente Michel Temer (PMDB), mesmo com o diretório tendo deliberado contra a proposta. Por conta do voto, Siqueira destituiu toda a comissão em Mato Grosso.

 

“Ele tem desempenhado suas tarefas políticas sempre com grande brilho e posicionamento correto frente às causas populares. Sabendo do reposicionamento do partido neste momento da política nacional, ele retorna à sua casa para contribuir neste processo, garantindo sintonia do PSB-MT com a direção nacional e com as causas populares”, disse Siqueira.

 

Ainda na nota do PSB nacional, Siqueira afirmou que toda a trajetória de Valtenir foi voltada à luta em favor das causas sociais.

 

“Valtenir Pereira volta à sua própria casa, o PSB. Estamos felizes por recebê-lo. Ele tem origem e trajetória política identificada com as camadas populares do interior do Mato Grosso, é uma pessoa muito dedicada às causas sociais”, disse.

 

Debandada

 

Na manhã desta quarta-feira, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (PSB), afirmou que os membros do PSB no Estado podem deixar a sigla em razão do retorno de Valtenir.

 

O parlamentar havia deixado o partido por divergências com o ex-prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes, considerado seu principal rival político.

 

Uma reunião deve acontecer entre as lideranças ainda esta semana para definir o futuro.

 

“Eu acredito que essa decisão é ruim para nós, que organizamos o partido. E foi o Mauro Mendes que organizou isso, correu o Estado. Então, não estamos satisfeitos com isso”, disse.

“Vamos nos reunir ainda esta semana para decidir o que será feito. Mas é uma situação desagradável”, completou.

 

 

FONTE: http://www.midianews.com.br