25/05/2024

WF não fala em redução, mas diz que Poderes terão que contribuir

Candidato do PR diz que manterá harmonia entre Poderes e que prioridade são obras inacabadas

O candidato ao Governo Wellington Fagundes (PR) afirmou que, caso eleito, irá dialogar com os Poderes a respeito dos duodécimos – repasse constitucional para bancar as despesas das instituições do Estado.

Apesar de não especificar se sua intenção é diminuir os valores, o candidato afirmou que neste momento de crise financeira, todos devem contribuir com o Executivo.

“Todos terão na crise que dar sua parte. Eu não defendo o Estado mínimo. Defendo o Estado necessário para atender o cidadão. Vamos dialogar. Cada um vai ter que fazer sua parte. Na democracia todos têm seu papel”, disse em conversa com a imprensa, na terça-feira (28).

Conforme o projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2019, o Legislativo deverá ter um orçamento de R$ 506 milhões. Para o Tribunal de Justiça estão previstos repasses que totalizam R$ 1,016 bilhão. Já ao Tribunal de Contas do Estado (TCE) foram reservados R$ 357 milhões.

Vamos dialogar. Cada um vai ter que fazer sua parte. Na democracia todos tem seu papel

Para o Ministério Público Estadual, está previsto o repasse de R$ 410 milhões. Outros R$ 126 milhões devem ser encaminhados à Defensoria Pública.

Fagundes foi menos incisivo que seu adversário na disputa Mauro Mendes (DEM), que afirmou que os valores os Poderes devem ser reduzidos em seu mandato.

O candidato do PR disse que irá respeitar a harmonia entre os Poderes, mas que vai abrir diálogo sobre o assunto.

“Se Deus me der a oportunidade e a população me confiar, tenho algumas prioridades. A primeira é a conclusão das obras inacabadas, que em Mato Grosso são quase 400. Isso é desperdício de recurso público. Essa conclusão tem que ser em parceria”, afirmou.

“Eu sou municipalista convicto. Com os prefeitos, com vereadores e com os Poderes. E eu sou político, tenho uma carreira política. Respeito a todos. Cada um dentro da sua posição. Respeito os políticos, os técnicos e tenho que respeitar a todos os Poderes para que possamos ficar em harmonia”, completou.

 

Fonte: http://www.midianews.com.br

Similar Articles

Comments

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Advertisment

Powered by WP Bannerize

Recentes

Advertisment
DP TESTE

Powered by WP Bannerize