Nádia Mendes Vilela foi alvo de quatro disparados pelo jornalista José Marcondes durante discussão na farmácia da vítima no Centro de Tangará da Serra.

Nádia foi alvo de pelo menos 5 tiros, mas já não corre risco de morte.

Nádia foi alvo de pelo menos 5 tiros, mas já não corre risco de morte.

A empresária Nádia Mendes Vilela, 33 anos, vítima de uma tentativa de homicídio, na manhã dessa terça-feira (28), quando foi alvo de quatro tiros disparados pelo ex, o jornalista José Marcondes “Muvuca”, apresentou melhora significativa após passar por cirurgia e não corre risco de morte.

Nádia sofreu ferimento na mão e de raspão no rosto e três na região do tronco.

O ReporterMT conversou com um amigo próximo de Nádia e da família, que tem acompanhado de perto a evolução do quadro de saúde da vítima.

As informações são de que a Nádia reagiu bem após a cirurgia de emergência realizada logo após o atentado, porém, segue em coma induzido e intubada num hospital particular de Tangará da Serra (239 km da Capital).

Uma das balas chegou a atingir o pulmão da empresária, no entanto, após o procedimento cirúrgico, o órgão apresentou melhoras significativas.

Uma bala foi retirada do ombro da paciente, que ainda teve os ferimentos do rosto suturados.

Ainda de acordo com o relato, os médicos devem começar a diminuir a sedação de Nádia a partir desta terça-feira para que a vítima possa acordar.

Nádia ainda tem um projétil alojado no peito, outro no abdômen e deve passar por nova cirurgia, ainda sem data marcada. Outro procedimento será necessário para a ‘reconstrução’ de uma das mãos da paciente, que teve o membro dilacerado ao tentar se defender de um tiro à queima-roupa.

Muvuca disparou outro tiro contra a própria cabeça após tentar matar Nádia. Ele foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), foi encaminhado à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) em estado gravíssimo, onde morreu após algumas horas.

Pessoas que conheciam o casal relataram o relacionamento conturbado que a vítima teve com Muvuca entre várias idas e vindas. Ressaltaram ainda que Nádia estava solteira desde o término com o jornalista.

Ainda não há informações oficiais sobre a causa da discussão entre Muvuca e Nádia, que aconteceu no depósito da farmácia, e que levou à tentativa de homicídio seguida do suicídio do jornalista.

A ocorrência segue em investigação pela Delegacia Especializada de Defesa da Mulher.

 

 

 

Fonte: https://www.reportermt.com.br/geral/mulher-atacada-por-muvuca-esta-com-balas-alojadas-no-corpo-e-mao-dilacerada/146872