A vítima marcou um encontro com o suspeito com o objetivo de devolver alguns objetos furtados pelo filho dela

(por Paulo Henrique Fanaia do Leiagora)

Mulher tenta salvar o filho de ‘salve’ e é estuprada por 'disciplina' de facção

Foto: Reprodução

Uma mulher de 30 anos foi estuprada na madrugada desse domingo (17) ao tentar salvar o filho, menor de idade, que iria ser vítima de um “salve” de um membro de uma facção criminosa no bairro Morada da Serra, em Cuiabá. A mulher tentou conversar com o suspeito do crime, que atua como “disciplina” da facção, porém foi estuprada pelo suspeito.

A vítima contou à polícia que o filho dela havia invadido uma escola do bairro e furtado algumas câmeras de monitoramento. Com medo de que o garoto fosse vítima de um “salve”, a mulher entrou em contato com o “disciplina” do grupo criminoso e contou o que havia acontecido.

O suspeito marcou um encontro com a mulher para que ela devolvesse os objetos furtados. Ele também disse que o filho da vítima não iria sofrer o “salve” e ainda aproveitaria o encontro para doar uma cesta básica para a família.

Durante a madrugada, a mulher foi até a casa do suspeito, mas logo que chegou foi arrastada para o quarto e foi estuprada. Após o crime, o suspeito ameaçou matar a mulher caso ela contasse o fato para a polícia.

Em estado de choque, a vítima procurou a ajuda de familiares que acionaram a polícia. O suspeito foi preso logo em seguida e encaminhado para a delegacia.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: