17/05/2024

PP quer Antônio Joaquim para candidatura a majoritária

O presidente do PP em Mato Grosso, deputado federal Ezequiel Fonseca, afirmou que fará um convite para que o presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE-MT), conselheiro Antônio Joaquim, se filie à sigla.

O conselheiro já afirmou que vai deixar a presidência do órgão neste ano e planeja voltar a disputar um cargo eleitoral.

Ele, inclusive, vem sendo sondado há algum tempo pelo PMDB do deputado Carlos Bezerra.

“O PP vai convidar o Antônio Joaquim. Nós vamos convidar todos aqueles que queiram, democraticamente, vir para o partido e que queiram lá na frente participar de uma convenção”, disse Ezequiel.

O PP vai convidar o Antônio Joaquim. Nós vamos convidar todos aqueles que queiram, democraticamente, vir para o partido e que queiram lá na frente participar de uma convenção

“O partido se reuniu essa semana. Estamos buscando quadros para o PP. Um dos quadros que foi ventilado é o nome do conselheiro Antônio Joaquim. O PP poderá e deverá trabalhar esse convite”, afirmou o deputado.

As declarações foram dadas durante entrevista concedida à Rádio Capital FM.

Na ocasião, Ezequiel admitiu que a ideia é que o conselheiro pleiteie um cargo à majoritária. Ele não especificou se o cargo é de governador ou senador.

“Faremos o convite, assim como fizemos com o Neri Geller, que hoje e é o nosso secretário-geral e que nós temos colocado também como nome para a majoritária”, disse.

Outro nome sondado pelo partido é do ex-prefeito de Água Boa, Mauricio Tonhá.

“Também há um convite para o Maurição de Água Boa, para que possa vir para o PP e também termos uma oportunidade de ter uma candidatura majoritária”, afirmou Ezequiel.

Oposição

Apesar de já ensaiar uma candidatura à majoritária, o deputado Ezequiel Fonseca afirmou que ainda não há uma definição do PP sobre seu posicionamento em relação a ser ou não oposição ao Governo Pedro Taques (PSDB).

“O PP trabalha da seguinte forma: queremos que o governo do Estado de certo, queremos ajudar o governo de Mato Grosso, mas vamos decidir isso em 2018, como o próprio governador já falou, como o ministro Blairo Maggi já falou. Entendemos que é melhor deixar para 2018 essa decisão”, concluiu.

 

Fonte:http://www.midianews.com.br/politica

Similar Articles

Comments

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Advertisment
DP TESTE

Powered by WP Bannerize

Recentes

Advertisment
DP TESTE

Powered by WP Bannerize