25/05/2024

Taques manda oposição denunciar ‘uso da máquina’ ao MPE

Governador diz estar em fase de conversas com partidos e ainda não se diz pré-candidato

O governador Pedro Taques (PSDB) sugeriu que seus adversários denunciem ao Ministério Público Eleitoral (MPE) caso entendam que as inaugurações que ele tem realizado no Estado, nos últimos meses, possuam “caráter eleitoreiro”.

Em conversa com a imprensa durante entrega da reconstrução da rodovia estadual Emanuel Pinheiro (MT-251), na manhã de terça-feira (26), o tucano disse que a oposição cumpre seu papel ao criticá-lo.

“Se eu faço, reclamam. Se não faço, reclamam. É para fazer o quê? O que a oposição quer? Uso da máquina? Tem que denunciar ao Ministério Público. Que façam isso”, disse.

Esta é a segunda vez que Taques fala sobre o assunto. Em abril, ele já havia negado ao MidiaNews o susposto caráter eleitoreiro nas entregas do Executivo.

Desta vez, ele disse não se importar com as críticas dos adversários.

O povo entendeu que eles não podiam administrar Mato Grosso. Eles estão no local certo. Tem que falar isso mesmo. Eu não me importo.

Ao menos até 6 de julho, o tucano tem uma série de obras para serem inauguradas. Entre elas, o novo prédio do Cridac (Centro de Reabilitação Integral Dom Aquino Corrêa) em Cuiabá, do Ganha Tempo em Barra do Garças (503 km de Cuiabá) e do complexo da Polícia Judiciária Civil de Várzea Grande.

A partir de 7 de julho, segundo determina a Justiça Eleitoral, Taques fica impedido de participar das entregas caso queira disputar a reeleição.

“A oposição está no local em que o povo colocou. O povo entendeu que eles não podiam administrar Mato Grosso. Eles estão no local certo. Tem que falar isso mesmo. Eu não me importo, estou continuando o meu trabalho”, afirmou.

Reeleição

Até o momento, Taques ainda não se declarou candidato à reeleição no pleito eleitoral deste ano. Entretanto, não nega que venha dialogando com partidos de modo a aglutinar aliados para uma eventual coligação.

O responsável pelas conversas políticas, além dele próprio, é o secretário de Governo Domingos Sávio.

“Primeiro, temos que conversar com os partidos políticos que estão conosco. Aí, vamos falar de eleição lá para frente. Agora, é o momento de conversar, ouvir, ficar rouco de tanto ouvir, como estou ficando. É isso que estamos fazendo neste momento”, resumiu.

 

Fonte: http://www.midianews.com.br/

Similar Articles

Comments

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Advertisment
DP TESTE

Powered by WP Bannerize

Recentes

Advertisment
DP TESTE

Powered by WP Bannerize